10 carros únicos e muito estranhos

Compartilhe!

Hoje em dia, a verdade é que o automóvel não passa de um simples meio de transporte, que quando fica obsoleto, é trocado por outro mais recente. Isso descontando as cada vez mais raras excepções de entusiastas, que não pretendem se separar do companheiro de aventuras motorizadas. Mas durante muitos anos, desde o início da comercialização dos automóveis, os carros eram algo bastante pessoal, com vários elementos únicos. A Hagerty decidiu eleger 10 automóveis únicos e excêntricos, construídos pelos seus proprietários, muitas vezes aproveitando bases antigas e restos de outros modelos.
por Ricardo Caruso

American LaFrance Speedster (1918)


A American LaFrance é conhecida por ter produzido veículos de bombeiros de 1873 até 2014. O exemplar da foto acima nasceu mesmo como um carro de bombeiros, até ter sido transformado num Speedster, na década de 1950. Está equipado com um motor de quatro cilindros em linha, de 9.500 cm3, apenas 90 cv de potência, mas com 108 mkgf de torque. A potência é enviada para as rodas traseiras por meio de duas correntes, pois na época ninguém conseguiria criar um eixo cardã capaz de aguentar tanto torque.

Auburn Speedster (1932)


Este Auburn sofreu um violento acidente nos seus primeiros anos de vida e, depois disso, a sua reconstrução visava a participação numa prova de Indy 500, em Indianapolis. O motor original Lycoming, foi substituído por um Buick de oito cilindros em linha, com quatro carburadores duplos Rochester. Mas, nunca chegou a competir naquea prova, passando a disputar corridas em pistas de terra.

The Beast, de John Dodd


O The Beast (“A Besta”), construído por John Dodd, é capaz de atingir a velocidade -teórica- de 320 km/h, graças ao motor Rolls-Royce Meteor, extraído de um tanque de guerra. Infelizmente, a criação foi destruída, mas John não desistiu e criou outro exemplar, agora com um motor de avião Rolls-Royce Merlin de 27.000 cm3 de cilindrada. Atualmente, permanece na posse do seu criador.

Cadillac Speedster (1913)


Este Cadillac Speedster está equipado com um motor de 5,9 litros de cilindrada e cabeçote em “L”, mas tem uma particularidade. Na época, os engenheiros da Cadillac montaram as camisas dos cilindros em cobre, pois achavam que dissipava melhor o calor do motor. Além disso, está equipado também com sistema de partida elétrica, inovação estreada pela marca americana no ano anterior, no Model Thirty.

Chevrolet Corphibian



O Chevrolet Corphibian foi uma transformação encomendada pela própria General Motors à Hulten-Holm Co. A partir de um Chevrolet Rampside, foi concebido este veículo anfíbio, capaz de ser controlado de dentro da cabine ou da caçamba. Só um exemplar foi construído, e acabou vendido num leilão em 2016 por US$ 77 mil, estando agora em exposição no Lane Motor Museum, em Nashville, Tennessee.

The Decoliner, de Randy Grubb


Randy Grubb é criador de veículos completamente “fora da caixa”. A The Decoliner é uma das suas obras mais conhecidas, construída a partir de um GMC Motorhome, com visual antigo e que pode também ser dirigido a partir do teto.

Helicron Propeller Car (1932)


Este Helicron Propeller Car, que se saiba, é o único exemplar conhecido do mundo. Foi encontrado num sítio na França em 2000, em bom estado e com a mecânica Citroen preservada. As semelhanças com uma aeronave não estão restritas somente à hélice na frente, visto que a direção é feita pelas rodas traseiras. Tal como o Chevrolet Corphibian, está em exposição no Lane Motor Museum.

Hudson Speedster (1916)


Este Hudson Speedster foi o primeiro automóvel a utilizar um vurabrequim com contrapesos, de modo a eliminar as vibrações secundárias do eixo, podendo assim superar as 2.000 rpm sem problemas no seu motor de seis cilindros em linha e 4,9 litros de cilindrada.

Stout Scarab (1936)



Somente nove exemplares do Stout Scarab foram construídos e apenas cinco sobreviveram. Tudo porque a visão do seu criador, William Bushell Stout, estava muito à frente do seu tempo. Era equipado com um motor Ford V8 montado na traseira e suspensão de molas helicoidais nas quatro rodas. Muitos consideram que este foi a primeira minivan existente, segmento que só vingou 50 anos depois.

The Surface Orbiter, de Rick Dobbertin



O The Surface Orbiter nasceu como um caminhão de leite, nos anos 1950, sendo transformado num anfíbio pelo conhecido fabricante de hot rods Rick Dobbertin, no início dos anos 1990. Após estar concluído, Rick percorreu todo o Hemisfério Ocidental, num total de mais de 48.000 km em terra e quase 5.000 km em oceanos.


Compartilhe!
简体中文 简体中文 English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano 日本語 日本語 Português Português Español Español