Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

10 lendas idiotas que assombram os motoristas

Compartilhe!

Confira 10 das idéias e lendas mais estranhas que povoam o mundo do automóvel.

images

1 – O combustível de avião faz os carros andarem mais

A potência de um carro é influenciada direto pelo motor e suas qualidades, e não pelo combustível utilizado. Mesmo com um combustível com maior octanagem que o habitual (caso do combustível para aviões), um popular 1.0 nunca se irá transformar num 1.6 16V pela simples troca do combustível. Das mesma forma que circulando a alta velocidade nenhuma asa vai transformar um carro num avião, usar combustível de avião também não vai fazer o seu carro “voar” acima do asfalto.

2 – Os carros usados pela polícia são mais rápidos que os outros

A não ser no Dubai, onde a polícia pode comprar Mclaren e Lamborghini para a polícia; e Alemanha e Estados Unidos, onde existem carros especiais para uso da polícia, o mais importante para o pessoal que cuida de nossa segurança é o consumo, resistência e durabilidade. Assim, aqui no Brasil colocar num carro usado pela polícia componentes que aumentam a potência não é comum, embora algumas viaturas descaraterizadas possam esconder algo mais debaixo do capô.

3 – Quanto maior e mais pesado for o carro, mais seguro

E se dissermos antes que, quanto maior e mais pesado for o carro, menor a estabilidade em curva? É verdade que em caso de impacto, modelos maiores podem ser mais seguros por apresentarem estrutura de deformação mais complexa, mas também quem é que compra um carro pensando propositadamente em se envolver em acidentes?

4 – Os carros podem funcionar a água

Infelizmente a idéia de fazer um carro funcionar apenas com água e sempre que acabasse o combustível bastava ir até a torneira mais próxima, encher uma garrafa de água e reabastecer o carro, não é possível. O processo de eletrólise que transforma a molécula da água em oxigênio e hidrogênio não compensa em termos energéticos o suficiente para mover um carro (sendo por isso preferível usar o hidrogênio já convertido). Isso iria violar a primeira e a segunda lei da termodinâmica, que estudamos no colégio. Por isso, o único dispositivo do carro que funciona com um tanque de água é o lavador de pára-brisa.

5 – A gasolina mais cara permite mais potência

Como o primeiro ítem desta matéria explica, o número de octanas não tem relação com a potência do carro e, portanto, não o faz andar mais ou menos. Usar gasolina de 98 octanas em vez de 95 octanas irá apenas ajudar a conservar o motor de seu carro, aumentando o seu período de vida útil, e não a potência.

6 – O óleo deve ser trocado a cada 5000 km

Há muitos anos esta frase era verdadeira, mas com a evolução dos processos de fabricação dos motores e também no desenvolvimento de óleos sintético, esta idéia tornou-se obsoleta. Anteriormente, a menor qualidade de construção dos motores, com maior espaço entre as peças, fazia surgir muita sujeira no interior dos motores, e por isso era necessário mudar o óleo em períodos mais curtos. Atualmente, um motorista cuidadoso troca o óleo do seu carro tranquilamente a cada 10.000 ou 15.000 quilômetros. O mesmo vale para amortecedores, cuja publicidade antigamente sugeria que o componente fosse trocado a cada 30 mil km, e nao quando estivesse desgastado.

7 –  Os carros vermelhos pagam mais seguro

Isso povoa os pesadelos principalmente dos europeus, mas já foi boato por aqui. Talvez porque muitas marcas de esportivos apresentam os seus modelos esportivos em vermelho, há quem tenha a idéia de que comprar um carro dessa cor irá significar um valor mais alto na apólice do seguro. No entanto, nenhuma seguradorea usa a escolha de uma cor como elemento de avaliação do preço do seguro. Uma curiosidade é que estatísticas em outros tempos indicavam que carros vermelhos nas capas das revistas aumentavam as vendas das publicações.

 8 – Rodas mais largas fazem o carro andar mais

Quando se colocam rodas mais largas num carro, as sensações de direção podem melhorar e o motorista sentir-se mais confiante ao volante, o que irá fazer com que ele possa dirigir de forma mais agressiva. Por esta situação, pode existir a idéia de que as rodas mais largas fazem o carro andar mais, mas na verdade elas apenas ajudam o motorista a dirigir de forma a ser mais rápida. Para aumentam a velocidade máxima do carro, as rodas de maior diâmetro ajudam por alongarem a relação final da transmissão, mas prejudicam as acelerações.

9 – Quanto mais demorar a troca de marcha, mais o carro anda

Essa ideia é real em praticamente todas as mudanças de marcha do carro, mas isso não se verifica, por exemplo, quando se faz uma troca da penúltima para a última marcha, caso esta seja desmultiplicada. Nesta situação, a última marcha tem como função aliviar o esforço do motor e economizar combustível, e não para aumentar mais rapidamente a velocidade. Por isso, ao decidir fazer uma ultrapassagem, o melhor mesmo é reduzir a marcha e acelerar.

10 – O Ford T só foi vendido na cor preta

Talvez por ter sido o primeiro automóvel produzido em massa, existe a lenda de que, para reduzir os custos da produção, só foi comprada tinta preta para pintar os Ford T, por ser mais barato adquiri-la em maior quantidade. Embora os primeiros Ford Modelo T tenham sido todos realmente pintados na cor preta, depois de algum tempo era possível adquirir o modelo pintado de vermelho, verde, cinza, azul…

 


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español