Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

2013: QUANTO AS MONTADORAS ENVIARAM PARA O EXTERIOR

Compartilhe!

download

De acordo com o “Automotive Business”, as montadoras instaladas no Brasil fecharam o ano de 2013 com saldo positivo no envio de lucros ao Exterior. As montadoras de veículos contabilizaram aumento de 35% nas remessas de capital em comparação com 2012. Foi a generosa quantia de US$ 3,3 bilhões que saiu do País para os cofres das matrizes e outras operações das empresas instaladas aqui. Isso é normal e faz parte do jogo em qualquer sistema capitalista.

No ano anterior, em 2012, foram US$ 2,44 bilhões remetidos ao Exterior, e o recorde absoluto disso foi em 2011, quando US$ 5,6 bilhões saíram das fábricas instaladas aqui. Assim, nos últimos quatro anos, as remessas das filiais das montadoras somaram US$ 15,4 bilhões, o que está chamando a atenção do governo federal, pois o setor é um dos que mais envia dinheiro para fora do Brasil e um dos que menos investe de volta.

Apesar do alto valor que foi embora, as montadoras fizeram juntas investimentos vindos de fora de US$ 1,87 bilhões, 48,6% a mais que o feito em 2012, quando US$ 1,25 bilhões foram aplicados aqui, vindos de outros países. Mas apesar dos números superlativos, não há muito o que festejar, pois o segmento automotivo é apenas o oitavo que mais investe dinheiro estrangeiro por aqui: míseros 3,8% do total.

Outro dado interessante e controverso é que, se o valor total de investimento anual das montadoras fosse de US$ 2 bilhões até 2017, não chegaria aos US$ 30 bilhões anunciados pela Anfavea. Nesse caso, para cumprir o prometido, esse valor deveria ser de US$ 6 bilhões por ano. Será?


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español