Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

8V GHIA SUPERSONIC 1953: O MAIS BELO DOS FIAT

Compartilhe!

fiat8v1952
O Fiat 8V 1952.

Em 1951, o competente Dante Giocosa, que era o designer da Fiat na época, começou a trabalhar num carro esporte de alto desempenho, o legendário 8V, ou “Otto Vu” em italiano, com motor V8 e dois lugares. Estava nascendo o Fiat mais bonito de todos os tempos.

fiat8v1953super1
Fiat 8V Ghia Supersonic 1953.

Giacosa queria muito mais que um belo desenho. Determinou que o carro fosse leve, com chassi tubular, potente e com suspensão independente nas quatro rodas, recursos pela primeira vez presente num carro da marca. E que sobre o chassi fosse construída uma carroceria de aço, aerodinâmica e de linhas sedutoras.

fiat8v1953super2

fiat8v1953super3

Para fazer o chassi foi contratada a Siata, especializada nesse tipo de component; a Fiat desenvolveu o motor 2.0V8, e Fabio Luigi Rapi assumiu o desenho e contsrução das carrocerias. Em março de 1952, the 8V estreou no salão de Genebra e roubou o show. Logo se transformou no carro favorito dos pilotos italianos abonados, que colecionaram vitórias e títulos com as 8V.

 A marca italiana montou 34 desses carros, na instalações da Carozzeria Speciale FIAT. Outros carros receberam carroceria feitas encarroçadores italianos, e a primeia a trabalhar nesse chassi foi a Zagato, que construiu 30 carros batizados de “Elaborata Zagato”. Outras versões foram feitas pela Vignale, Pininfarina, Siata e Ghia. Esta última deu ao carro o sobrenome “Supersonic,” alusão ao seu estilo futurista.

O desenho do Fiat 8V Supersonic da Ghia foi mostrado pela primeira vez com mecânica Alfa Romeo 1900, que correu a “Mille Miglia” de 1953. Redesenhada por Giovanni Savonuzzi, a carroceria foi feita de aço pela Ghia, que montou oito desse carros no chassi 8V Fiat. A inspiração veio das contemporâneas Mercedes-Benz 300 SL  “Gullwing”, feitas em 1952 e 1953 como carros de competição, e de 1954 a 1963 como carros de rua. Quase todos os 8V foram usados em competições até 1959. A maioria acabou vendida para os Estados Unidos, onde ganhavam modificações na carroceria e transplantes mecânicos.

Um Fiat 8V Ghia Supersonic 1953 cuidadossamente restaurado foi mostrado reentemente no “Bagatelle Concours d’Elegance”, na França. A combinação da bela carroceria Ghia com o potente e pequeno V8 transformaram o carro num clássico. Em 2011, um Supersonic não restaurado, em excelente estado, foi vendido no Arizona por US$ 1,7 milhão. Justo, para o mais belo Fiat jamais produzido.


Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *