Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

A HOMENAGEM DA FERRARI A VILLENEUVE

Compartilhe!

Gilles Villeneuve, 30 anos depois.

Se no dia 1º. de maio lembramos de Ayrton Senna, o dia 8 de maio é para recordar Gilles Villeneuve. O canadense perdeu a vida neste dia, em 1982, precisamente há 30 anos. A Ferrari convidou o seu filho, o campeão mundial Jacques Villeneuve, para homenagear o pai ao volante do Ferrari 312 T4, que Gilles pilotou em 1979, quando ficou em segundo lugar no Mundial.

Jacques Villeneuve pilotou a Ferrari do pai em Fioranno.

“Recebi um telefonema da Ferrari, eles queriam fazer qualquer coisa para esta data. Nunca me liguei muito a isto no passado, mas é o 30º. ano sem meu pai e foi a própria Ferrari que me ligou. E como é em Fiorano pensei que seria bom. Vai ser demais”, afirmou Jacques Villeneuve.

Gilles Villeneuve faleceu num acidente na qualificação para o Grande Prêmio da Bélgica de 1982. Tentando melhorar seu tempo, tocou na traseira do Arrows do alemão Jochen Mass e sua Ferrari decolou. Foi arremessado para fora do carro de maneira impressionante e quebrou o pescoço ao se chocar com o alambrado. Os médicos tentaram de tudo para salvá-lo, mas ele não resistiu. Jacques tinha 11 anos.

“Não é hora para chorar ou para ficar triste. Foi há 30 anos. É apenas especial poder conduzir um carro com que meu pai competiu e relembrar toda a história que esta Ferrari traz consigo. De certa forma é um momento para relembrar as coisas boas que ele fez e tudo o que alcançou”, afirmou o filho, durante visita à fábrica da Ferrari. Gilles Villeneuve é, ainda hoje, lembrado como um herói no Canadá, o seu país natal, e também em Itália, onde a sua ousadia e agressividade nas pistas será eternamente recordada.

Não teve grandes resultados, mas entrou para a história. Três anos depois da morte de Gilles, o filho Jacques iniciou a carreira no automobilismo, chegando a campeão do mundo na Fórmula 1, o que o pai nunca conseguiu. “Hoje em dia sabemos mais sobre os carros do que eles naquela época. Quando entravam num Fórmula 1, apenas pensavam que aquilo era a coisa mais espetacular já construída. Nunca pensavam que eram carros perigosos. Agora temos uma visão diferente”, finalizou Jacques Villeneuve.

 

 

 

Flha e mulher de Gilles acompanharam Jacques na Itália.
 

 

 


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español