Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

A incrível pista de testes da Fiat, no teto da fábrica

Compartilhe!

Após a Primeira Guerra Mundial, a Fiat retomou a produção de automóveis e, com isso, passou a deter 80% da quota de mercado italiano. Em 1915, o chefão da Fiat, Giovanni Agnelli, solicitou ao jovem engenheiro Giacomo Matte Trucco, o projeto para uma nova fábrica em Turim, na localidade de Lingotto. Este projeto foi vanguardista e de enorme importância em nível mundial, verdadeiro símbolo da indústria italiana. A fábrica começou a ser construída em 1916 e foi concluída em 1923. Apresentou-se com cinco andares e, no sexto piso, tinha uma impressionante pista de testes, com duas curvas parabólicas e traçado total de 2,4 km.

 

 A fábrica de Lingotto apresentava uma linha de produção ascendente em espiral, que começava no primeiro piso com a introdução dos primeiros componentes na fabricação dos veículos, que iam ganhando forma ao passar por cada piso até estarem finalizados. Chegando ao topo do edifício, por uma rampa de acesso, eram avaliados na respectiva pista de testes.


 
Quando aprovados, os veículos desciam da pista de testes por uma das rampas, também em forma espiral, diretamente para o primeiro piso. Esta ideia de uma pista no altodo edifício foi replicada, em 1928, no Palácio da Chrysler, em Buenos Aires, Argentina.
 

 
Na década de 1970, a fábrica de Lingotto empregava cerca de 6.000 operários, que produziam diariamente 200 automóveis. Naqueles tempos, esta era a segunda maior fábrica do mundo, apenas superada pela fábrica da Ford, de River Rouge.
 
Em Lingotto foram produzidas cerca de 80 modelos, desde 1923 até ao fim dos anos 1970, encontrando-se naquela época com processo de fabricação superado. O último veículo a ser produzido ali foi o Lancia Delta, em 1982.


 
Em 1985, o edifício foi todo remodelado, sob comando do arquitecto Renzo Piano que projetou no histórico espaço um shopping center, centro de exposições e convenções, um hotel, 11 salas de cinema e um teatro. Reabriu em 1992 para a realização do Salão do Automóvel de Turim.
 
A pista de testes da Fiat serviu de cenário para vários filmes. Atualmente funciona como uma das atrações turísticas da região, também sendo utilizada para a realização de eventos por clubes de automóveis antigos e pela Red Bull, que ali organiza corridas de Vespas.


Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *