Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Ações despencam: mentira custa caro para a Mitsubishi

Compartilhe!

Mentira tem perna curta, e no mundo do automóvel, de uns tempos para cá isso se confirmou como uma grande verdade. A Mitsubishi admitiu ter adulterado os dados de consumo em cerca de 625 mil carros, quase todos vendidos no Japão. Com isso suas ações tiveram a maior queda dos últimos 12 anos. No Brasil a marca é investigada por fraudes fiscais milionárias.

MItsubishi-eK-Wagon

A Mitsubishi assumiu ter manipulado os valores de consumo anunciados em 625 mil carros. Os modelos em questão são os “kei car”, carros pequenos exclusivos para o Japão: eK Wagon e eK Space, além do Dayz e Dayz Roox (feitos pela Mitsubishi e fornecidos à Nissan).

Tudo aponta para que a distorção dos consumos, descoberta após uma auditoria interna, tenha sido feita pela variação da carga colocada nos pneus, em desrespeito às normas locais. Segundo se sabe, não há modelos afetados vendidos em outros países.

Em consequência desta notícia, as ações da Mitsubishi despencaram ladeira abaixo: 15%, a maior queda dos últimos 12 anos. Mitsubishi e Nissan preveem suspender a produção e comercialização destes modelos, assumindo que já estão discutindo internamente qual o tipo de compensação será dada aos consumidores e autoridades pelo ocorrido.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español