Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Acusações: FIA processa ex-piloto de Fórmula 1

Compartilhe!

As críticas do ex-piloto de Fórmula 1 Philippe Streiff ao relatório sobre o acidente de Jules Bianchi não foram bem digeridas pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA), que decidiu processar o francês.

Os franceses Bianchi e Streiff, duas vítimas da Fórmula 1.
Os franceses Bianchi e Streiff, duas vítimas da Fórmula 1.

Streiff, que ficou paraplégico depois de um acidente durante testes de pré-temporada de Fórmula 1 em Jacarepaguá, em 1989, acusou Jean Todt, presidente da FIA, e Gérard Saillant, presidente da comissão médica da FIA, pela tragédia de Jules Bianchi no GP do Japão, em Suzuka, em outubro.

“Todt organizou um relatório sobre o acidente de Bianchi. É um documento preparado por um grupo de 10 amigos, incluindo Gérard Saillant, para fazer com que a FIA fique isenta dos seus erros”, afirmou.

A FIA reagiu e divulgou em comunicado que recusa as acusações de Streiff. A assessoria do organismo informa que Todt e Saillant ficaram “consternados” com as acusações do ex-piloto. “As observações ofensivas e difamatórias de Philippe Streiff são totalmente infundadas e têm intenção maliciosa”, afirma o comunicado.

Todt e Saillant já pediram aos advogados para que o caso seja levado à Justiça.

Jules Bianchi saiu do coma no último mês de novembro e encontra-se agora em lenta recuperação em Nice, França.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español