Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Adeus, querida: a partir de 2030 Alemanha só terá carros que não poluem

Compartilhe!

O mundo do automóvel está mudando. E rápido. Como o Brasil insiste em não fazer parte desse universo, as coisas por aqui vão continuar do jeito que estão por muito tempo. Quer um exemplo de como tudo evolui rápido no Primeiro Mundo? A partir de 2030, todos os veículos novos na Alemanha deverão ter zero emissões para poderem circular nas ruas e estradas daquele país.

phoenix-electric-car-futuristic-concept-01

A medida extrema deve-se em grande parte ao fato de que, desde o início dos anos 1990, as emissões de CO2 na Alemanha não pararam de aumentar. Por isso houve uma promessa feita pelo governo alemão de que iria reduzir os níveis de CO2 entre 80 a 95% para 2050. “Ainda não temos soluções para a redução de emissões dos veículos pesados, mas temos as respostas para os automóveis de passeio”, afirmou Rainer Baake, secretário de estado alemão do ministério da Economia e Energia durante um fórum econômico.

Daqui a 14 anos, o maior mercado da Europa e terra de alguns dos maiores grupos automotivos do planeta, vai deixar de vender automóveis a gasolina e diesel. Isso não vai ser tarefa fácil se observarmos os números atuais. Em janeiro deste ano, a Alemanha tinha registrados no país 130 mil híbridos, 25 mil veículos 100% elétricos, 30 milhões de carros a gasolina e 14,5 milhões a diesel.

Cientes das dificuldades, as autoridades alemãs estabeleceram uma meta intermédia: aumentar o número de elétricos e híbridos para 8% até 2025, com a concessão de subsídios de mais de US$ 1,2 bilhões para as suas compras.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español