Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Alugou uma McLaren, destruiu o carro e culpou os pneus…

Compartilhe!

“A culpa é dos pneus”. Esta foi a esfarrapada desculpa que o motorista que seguia ao volante de uma McLaren 650S e teve um acidente que destruiu totalmente o esportivo. 

Existe aquele ditado que diz que “Deus dá nozes a quem não tem dentes”. Um bom exemplo disso é essa foto publicada no Twitter, sobre um caso ocorrido nos Estados Unidos. Tudo começa com o aluguel de uma carro de sonho, uma potente McLaren 650S Spider, com motor 3.8V8 de 650 cv e 68mkgf de torque, que ficou nas mãos de quem a locou por apenas quatro horas. Mas para o motorista metido a piloto este curtíssimo espaço de tempo foi o suficiente para se envolver num grande pesadelo, em forma de acidente.

 

 

This McLaren crashed this morning at 1:30am NB I-5 at Olive. Driver had it for a four hour rental. No Impairment. Too fast for wet roadway. .

 

O caso aconteceu durante este final de semana, num túnel da cidade de Washington, e as imagens não deixam margem para dúvidas sobre a violência da batida. Embora não fique claro como ocorreu o acidente, em que a frente e a lateral do McLaren 650S Spider ficaram bastante destruídas, o barbeiro que estava ao volante afirmou que “a culpa foi dos pneus”.

Sem dúvida que a falta de aderência causada por pneus “carecas” é algo grave e se complica ainda mais num potente esportivo, mas o problema é que as autoridades que estiveram no local já desmentiram essa ideia. Elas confirmaram que tudo se deveu ao excesso de velocidade, ainda mais com o motorista não tomou as necessárias precauções para o piso molhado, pois tinha chovido pouco tempo antes.

E como nada é tão ruim que não possa piorar, a verdade é que agora este pesadelo vai se tornar um grande estrago na conta bancária, pois é quase certo que a seguradora não vai assumir, pois houve imprudência do motorista. E a locadora vai exigir o pagamento dos danos causados por direção perigosa.

 


Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *