Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

AMERICANOS QUEREM ACABAR COM OS RETROVISORES

Compartilhe!

Aqui no Brasil espelho retrovisor externo é inútil para boa parte dos motoristas, da mesma forma que os piscas. Basta ver a quantidade de dementes que mudam de faixa bruscamente sem observar quem vem atrás e/ou sem sinalizar. Mas nos Estados Unidos isso tudo que diz respeito a trânsito é levado muito a sério, pelas autoridades e pelos motoristas. Um grupo de 12 fabricantes, encabeçado pela Tesla, já submeteu uma petição à agência nacional de segurança rodoviária americana para alterar a legislação referente aos retrovisores.

A Tesla juntou-se ao grupo formado por BMW, Chrysler, Ford, GM, Jaguar Land Rover, Mazda, Mercedes-Benz EUA, Mitsubishi, Porsche, Toyota, VW e Volvo EUA, na assinatura de uma petição dirigida à NHTSA, manifestando a possibilidade de substituir os espelhos convencionais por pequenas câmares. Após a legislação que obriga a todos os carros vendidos nos Estados Unidos a partir de 2018 tenham tecnologia que permita ver o que se passa na traseira do carro, os responsáveis pela petição vêem uma oportunidade para recuperar um conceito que já está em desenvolvimento desde o início dos anos 1990, apresentado em vários concept cars como o Tesla Model X e o Volkswagen XL1.

Além dos efeitos estéticos, a eliminação dos espelhos convencionais pode permitir redução de consumos de combustível, graças à melhor aerodinâmica, sem afetar a segurança. Elon Musk, o CEO da Tesla, tem sido um dos maiores defensores desse sistema de câmeras. Contudo, confessou que não espera mudanças imediatas nesse assunto.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español