Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Apaixonante: esta é a Alfa Romeo 4C Spider

Compartilhe!

A versão conversível do Alfa Romeo 4C, a Spider, foi mostrado em Detroit e tem lançamento previsto para o primeiro semestre deste ano.

ee305cd5326eca6dd2de50e5c7c57b00_L

O Alfa Romeo 4C Spider fez sua estreia oficial na edição deste ano Salão de Detroit, nos Estados Unidos. A marca italiana manteve o essencial do 4C Coupé, acrescentando entradas de ar generosas e teto retrátil em lona (tendo como opcional teto rígido em fibra de carbono). Com plataforma de alumínio e carroceria de fibra de carbono, tem o teto que acrescenta apenas 10 kg ao modelo fechado.

Todos os Spider são feitos a partir de um material sintético moldável de alta resistência e 20% mais leve em comparação com o aço. Esta versão do esportivo de dois lugares tem faróis diferentes (semelhantes aos do 4C concept), três extratores de ar, spoiler e lanternas traseiras com LEDs. Entre os três sistemas de escapamento à disposição do comprador, está uma versão esportiva “dual mode” da Akrapovic com revestimento em fibra de carbono.

Optando por um “pacote” orientado para pista, tem barras estabilizadoras mais grossas na frente e traseira, rodas maiores com pneus Pirelli P-Zero AR Racing, além de capas dos espelhos retrovsores externos de fibra de carbono e painel de instrumentos esportivo com pespontos da costura em cor contrastante. Está ainda disponível a moldura do pára-brisas de fibra de carbono.

O 4C Spider conta com jantes com quatro desenhos totalmente novos, de 17 a 19 polegadas, e as pinças dos freios a disco em prateado, vermelho, amarelo ou preto. Está disponível em sete cores exteriores, incluindo o novo amarelo Giallo. Por dentro, há seis combinações de tonalidades, existindo dois tipos de revestimentos dos bancos esportivos. Tem volante revestido de couro de base achatada, pedais de alumínio, saídas de ventilação do painel com aros em fibra de carbono e painel de instrumentos digital de sete polegadas. Conta com sistema de som da Alpine.

O motor é o já conhecido 1.75 TBi turbo a gasolina, todo de alumíniom quatro cilindros, com 240 cv e 35 mkgf de torque máximo (80% disponível a 1700 rpm), acoplado a uma caixa de câmbio de dupla embreagem TCT com paddle shift (“borboletas”) no volante, que faz trocas em 130 milissegundos (o equivalente a 0,13 segundos). Com ele, o Spider é capaz de chegar aos 100 km/h em 4,1 segundos, de atingir 258 km/h de velocidade máxima e de registrar 1.25 G em desaceleração de frenagem.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español