Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Audi prevê o fim da linha de montagem. E para logo

Compartilhe!

A Audi está prevendo que as linhas de montagem de automóveis, como as conhecemos hoje em dia, estão com os dias contados, e que nos próximos 10 anos este sistema de fabricação em cadeia contínua deverá desaparecer e dar origem a um método de montagem modular.

audi-production-line-136388537518103901-140318135514

Isto com certeza será mais um dos elementos a se adicionar à revolução anunciada para o mundo do automóvel nos próximos 10 anos. E será mesmo um detalhe bastante representativo desta gigantesca transformação, já que significa o desaparecimento do processo produtivo imaginado por Henry Ford para o Model T há mais de 100 anos, e que depois foi também implantado para a produção em massa em muitas outras indústrias.

A Audi acredita que uma das razões para o desaparecimento da linha de montagem tradicional vem do fato de que, com a crescente diversidade de modelos, se torna mais difícil controlar um conjunto de processos sequenciais e rígidos. Uma transformação com foco na mobilidade elétrica, já que a montagem destes modelos obriga a que sejam retirados das linhas de produção para a montagem das baterias e motores elétricos. Isso custa tempo, e tempo é dinheiro no setor automotivo. Um dos exemplos desta situação é o híbrido Audi A3 Sportback e-tron, que passa por sete estações de trabalho paralelas em comparação aos “irmãos” com motores de combustão.

 A solução para isso passa por uma revolução dos métodos, que dará origem à montagem modular de carros, que em vez de uma linha contínua de produção passará a contar com “ilhas” isoladas para os diversos componentes, coordenadas por um ou dois funcionários, que assim vão “poder trabalhar em ritmo contínuo porque já não vão ter que se adaptar à velocidade da linha”.

Para transferir as viaturas entre as várias seções, a Audi imagina que serão utilizados meios de transporte autônomos, acompanhados de um segundo sistema de fornecimento dos componentes também sem intervenção humana para abastecer estas estações de trabalho individualizadas.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español