AUDI VAI TER O SEU MONOVOLUME

Compartilhe!

Finalmente foi dado o sinal verde pelos executivos da Audi e do grupo VW, para que a marca o seu monovolume. Era um antigo projeto da Audi e de seus clientes, além de ser a hora certa para mostrar o novo carro na briga com a BMW e a Mercedes-Benz na luta pela liderança do segmento Premium; os rivais já têm ou vão lançar monvolumes compactos, e assim foi dado o OK para o Audi MPV.

au

O conceito Roadjet (foto) de um monovolume compacto foi mostrado em 2006 no Salão de Detroit, e ficou no ar a idéia de que o A3 teria um  modelo monovolume. Informação errada, pois o projeto não avançou e acabou se transformando na Sportback de quatro portas.

Os detalhes conhecidos são poucos ainda, mas o novo Audi deverá ser oferecido nas versões de cinco e sete lugares, terá como base a plataforma MQB e poderá inaugurar uma nova nomenclatura nos Audi. Já temos os A, os Q e agora poderão surgir os V.

O A3 feito com base na plataforma MQB oferece a flexibilidade necessária para criar modelos diferentes com posição de condução elevada, pois a única coisa que não pode ser modificada é a distância entre o eixo das rodas da frente e os pedais. De resto, tudo é flexível, e por isso o MPV da Audi poderá ter balanço traseiro (a distância entre o eixo das rodas de trás e o fim da carroceria) mais longo, para acomodar a terceira fila de bancos.

Os engenheiros da Audi criaram um protótipo, que já foi mostrado aos chefões da marca alemã, que estão decidindor se o revelam ou não no Salão de Frankfurt.

Curiosamente, a Audi há muito tempo tenta ter um monovolume, mas o agora ex-responsável por vendas e marketing, Peter Schwarzenbauer, não gostava da id;eia, e sempre repetiu um monovolume tradicional era um “conceito aborrecido e sem graça” mas que um Audi com seis ou sete lugares era uma possibilidade. Então…


Compartilhe!
简体中文 简体中文 English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano 日本語 日本語 Português Português Español Español