Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

AUDI&MIT: STRESS NO TRÂNSITO

Compartilhe!

1288374298630_WIDESCREEN

A Audi quer detectar porque os motoristas enlouquecem no trânsito, mas não quer perguntar diretamente,  o que faz os condutores enlouquecer, utilizando a ciência para tal fim. A marca bávara associou-se ao Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) para examinar o que irrita os motoristas e constatou que a condução no trânsito urbano é a situação mais estressante para eles. A marca alemã diz que vai usar os dados para desenvolver uma futura tecnologia futura.

O Laboratório SENSEable City do MIT criou o Índice de Frustração na Estrada para quantificar os fatores que frustram os motoristas. Para isso foram ligados sensores à pele deles e usou um sistema de monitorização facial e corporal enquanto gravava o que estava ocorrendo do lado de fora do carro. Os dados foram comparados com as leituras registadas durante um teste de stress.

“Além das condições de condução diária, medimos os níveis de stress numa série de atividades diárias: em casa, no escritório, durante o café da manhã ou a participar denuma palestra no MIT. Descobrimos que certas situações de direção podem ser uma das atividades mais stressantes das nossas vidas”, referiu Kael Greco, responsável pelo projeto.

audi-mit-road-frustration-index

O teste durante a condução criou uma rota em torno de Boston, no estado do Massachusetts, entre as 04h56 e 06h30. O índice cria uma pontuação que parta de zero até níveis elevados. A maior quantidade de stress nos dados que o MIT divulgou foi um 3.898, quando um carro buzinou durante a avaliação. A condução em estradas revelou-se menos stressante, com uma pontuação entre 1,1 e 1,8.

Durante o teste, o motorista esteve envolvido num pequeno acidente quando o carro que conduzia foi abalroado por outro carro. Isso causou um índice de stress contínuo entre os 3,0 e os 2,5 calculando o pós-acidente e enquanto os dois condutores trocaram informações sobre o seguro. O Laboratório SENSEable City tem vindo a fazer testes nas estradas de Boston ao longo dos últimos 12 meses. Os resultados completos e as conclusões serão publicados no final deste ano.

JFF


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español