Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

C4 CACTUS: O CARRO QUE REINVENTA A CITROËN

Compartilhe!

948x626

Se existe um carro diferente de tudo o que há hoje no mercado, esse carro é o novo Citroën C Cactus, primeiro membro da nova linha C da marca francesa. Tem a mesma plataforma do C3 e do C-Elysée, o tamanho do C4, o visual dos pequenos SUVs e pode ser a reinvenção da Citroën, que vez por outra inova em seus produtos. Chega ao mercado europeu em junho.

948x625

Apresentado como “uma alternativa real às wagons compactas”, o novo C4 Cactus tem 4,16 metros de comprimento, 1,73 m de largura e 1,48 m de altura. As suas formas combinam a aparência de um SUV ou crossover com a versatilidade de um hatch compacto. Entre os seus principais concorrentes na Europa estão modelos como o Nissan Juke, Peugeot 2008, Renault Captur e Fiat 500L Trecking.

948x627

Por fora, chama atenção os “Airbumps”, bolsas de ar laterais capazes de absorver impactos leves, como um choque com outro automóvel a baixa velocidade ou as “portadas” daquele vizinho indesejável, por exemplo. A grade e o teto destacam-se pelo estilo “flutuante”. No interior, o C Cactus destaca-se pela simplicidade e praticidade de utilização. Os comandos estão agrupados em torno de uma tela touchscreen de sete polegadas e o airbag do passageiro passou para o teto.

948x628

O modelo tem ainda ar condicionado automático, conectividade e o serviço Citroën eTouch, além de ajudas à direção (incluindo Park Assist, limitador-regulador de velocidade, câmera de ré, ajuda à partida em subida e outros detalhes).

Com apenas 965 kg, o C4 Cactus pesa 200 kg a mnos que o C4. Este regime é consequência da preocupação com o peso, conseguido por meio da utilização de alumínio, vidros traseiros com abertura basculante (-11 kg), e banco traseiro rebatível do tipo monobloco (-6 kg). O baixo peso permite oferecer uma versão a gasolina com baixas emissões de CO2 (inferiores a 100 g/km) e uma versão diesel de apenas 82 g/km de CO2 com um consumo de apenas 32 km/litro.


Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *