Última hora

Cachaça: bêbado garante que cão dirigiu até o super-mercado

Compartilhe!

hqdefault

Caso absurdo e desculpa pior ainda. Um homem da Georgia, Estados Unidos, foi condenado por dirigir sob efeito de álcool e crueldade contra animais, depois que a polícia encontrou um cão fechado no seu carro, debaixo de temperatura abrasadora. A situação, considerada crime naquele estado, chamou a atenção de um oficial da polícia. Afinal, o pobre cão estaria enfrentando temperatura acima de 50 oC e correndo risco de morrer.

Dentro do carro havia ainda um botijão de gás, que também despertou a curiosidade da polícia.

Pouco depois surgiu o dono do carro. Wesley Mark Terrell, que percebeu a besteira que fez e, antes de fazer o teste do bafômetro,
argumentou que o culpado era o cão, que dirgiu o carro até o local. É fácil imaginar que tal argumentação não convenceu os policiais.

O cachorrinhoão? Foi entregue a um abrigo de animais da Georgia, para ser adotado. Mas ainda não ficou provado se ele saiba mesmo dirigir…


Compartilhe!
1716672213