Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Caiu para cima: Domenicali, ex-Ferrari, assume a Lamborghini

Compartilhe!

Esse é um clássico exempl,o daqueles executivos que “caem para cima”. O ex-chefão da equipe Ferrari na Fórmula 1, Stefano Domenicali, será o novo Presidente e CEO da Lamborghini, cargo que vai assumir em 15 de março de 2016. Domenicali sucede assim a Stephan Winkelmann, que assumirá o cargo de chefão da parte esportiva da filial Quattro da Audi.

152228536-22897bdf-c0f4-4bb5-9f16-f555a49378f0

“Ao longo dos últimos 11 anos Stephan Winkelmann transformou a Lamborghini num líder global na produção de carros superesportivos. O seu sucessor, que também possui rica e vasta experiência nesta área, vai continuar este sucesso”, destaca Rupert Stadler, Presidente do Board da Audi e Presidente do Conselho de Administração da Automobili Lamborghini.

Nascido em 11 de maio 1965 em Imola, Domenicali formou-se em 1991 em Administração de Empresas na Universidade de Bolonha, tendo iniciado a sua carreira profissional no Departamento Financeiro da Ferrari. Em 1993, assumiu o cargo de Director de Planejamento de Negócios da Scuderia Ferrari. Também foi diretor do circuito de Mugello, que pertence à marca. Em 1996, Domenicali passou a ser responsável pelos patrocinadores da Ferrari, antes de se tornar Diretor Esportivo da equipe de Fórmula 1, em 1998.

De 2004 a 2007, chefiou a Direzione Sportiva F-1. Em 2008 foi o Diretor da Scuderia Ferrari F-1, que ganhou Campeonato Mundial de Construtores daquele ano. Entre 2009 a 2014, Domenicali representou a Ferrari no Conselho Mundial de Automobilismo na FIA (Federação Internacional de Automobilismo), ao qual ainda hoje pertence. Atualmente é Presidente da Comissão “Single Seater” da FIA.

Desde novembro de 2014, ocupa o cargo de vice-presidente de Novas Iniciativas para a Área de Negócios da Audi. Em 2002, recebeu a Ordem do Mérito da República Italiana (Ufficiale Ordine al Merito della Repubblica Italiana). Stefano Domenicali destaca: “Estou muito satisfeito por assumir os desafios deste grande legado. Agora é meu dever continuar o sucesso que o meu antecessor, Stephan Winkelmann, alcançou para a Automobili Lamborghini

Winkelmann comentou: “Fui responsável pela Lamborghini num período significativo e áureo da sua história. Como objetivo utilizei o potencial da marca para alcançar metas muito ambiciosas: tivemos crescimento contínuo e rentável, e ainda pudemos nos concentrar no desenvolvimento de novos produtos, novos processos e em muitos outros setores. Junto com os meus colegas do Conselho de Administração, foi-me facilitada a tarefa para um novo sucesso, o lançamento de uma terceira série de modelos em 2018.

Estes sucessos não teriam sido possíveis sem a paixão, competência, criatividade e coragem que estão enraizadas na Lamborghini e nos nossos colaboradores. Gostaria de agradecer, desde já, a todos do fundo do meu coração”.

Winkelmann nasceu em Berlim, em 18 de outubro de 1964 e passou a sua infância e adolescência em Roma. Ocupou diversos cargos de relevo no Grupo Fiat, em especial na Alemanha, Áustria e Suíça antes de ser nomeado Presidente e chefão da Lamborghini em 2005.

Entre 2004 e 2015 os números de vendas da Lamborghini mais que duplicaram e o volume de negócios mais do que triplicou. A rede de concessionários também triplicou, abrangendo agora 135 concessionários em 50 países. Durante esse período de tempo, o número de empregados também duplicou, sendo hoje em dia de 1.300 funcionários. Sob o comando de Winkelmann, foram lançadas dessde nalgumas versões do Gallardo até aos Huracán V10 e Aventador V12, bem como algumas séries limitadas, estabelecendo novos recordes de vendas. Em 2015, foi anunciada a produção de um SUV de luxo, o “Urus”, que será fabricado a partir de 2018, marcando o início de uma nova era para a marca.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español