Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Cara de pau nível master! Chinesa Cherry quer acionar a Mercedes

Compartilhe!

Os chineses são famosos, entre outros motivos, por não respeitarem nenhum tipo de direito autoral ou à propriedade. Copiam, plagiam e falsificam tudo que lhes passa pela frente. Mas nunca estão satisfeitos. A marca chinesa Chery apresentou às autoridades daquele país uma queixa contra a Mercedes-Benz. O motivo? Uso da designação EQ, que a marca alemã escolheu para batizar sua futura submarca de veículos elétricos, e que a Chery reclama como sua, alegando que já utiliza a sigla eQ nos seus veículos elétricos de duas portas (abaixo), há dois anos.

Chery-eQ-a
Um porta-voz da Chery confirmou à agência Reuters a apresentação de uma queixa contra a Daimler na autoridade chinesa que regula as marcas e que, se tiver acolhimento, impedirá a Mercedes-Benz de utilizar a sigla EQ na China, afastando-a de um dos maiores mercados mundiais de veículos elétricos. Por outro lado, é só a Mercedes adotar outro nome para aquele mercado e  choradeira chinesa se encerra.

A Mercedes apresentou no Salão de Paris, no ano passado, um concept já muito próximo de modelo de produção, que batizou como EQ (foto abaixo) e que seria o primeiro de toda uma nova geração de veículos elétricos que usariam aquela identificação. O concept EQ é um futuro crossover compacto, 100% elétrico, e com uma autonomia anunciada de 500 km.

No Salão francês, o chefão da Daimler, Dieter Zetsche, anunciou planos para o lançamento de 10 novos veículos elétricos até 2025, todos da submarca EQ, com o objetivo de tornar a Mercedes-Benz líder mundial da mobilidade elétrica.

Para os chineses, fica a lição: “Pau que bate em Chico, também bate em Francisco”.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *