Chama a NASA: grade desse minivan ocupa toda a sua frente

Compartilhe!

Conhecido como Space Concept, este protótipo da chinesa Guangzhou Automobile Group (GAC) antecipa as minivans do futuro, contando com condução autônoma de nível 4. Além disso, tem grade gigantesca, linhas aerodinâmicas e utiliza motor 1.5 a hidrogênio.

por Ricardo Caruso

Há muito tempo acusada de criar grades tamanho XXL, a BMW acabou de ser ultrapassada -por larga margem- nessa disputa pela chinesa GAC, que equipou a sua minivan Space Concept com uma grade que ocupa toda a área dianteira. Parecia impossível, mas a BMW agora foi humilhada no quesito “grade fora de propósito”.

Descrita pela marca chinesa como uma “cascata iluminada”, esta grade é acompanhada por faróis de LED horizontais, que se estendem por toda a largura da dianteira do conceito, e que fazem lembrar a solução adotada por outra minivan futurista, mas já em produção, o Hyundai Staria.

Interessante notar que as marcas voltaram a pensar nas minivans (como são classificados estes monovolumes nos Estados Unidos) ou MPV (multi purpose vehicle, como adotado na Europa), alternativa mais racional e civilizada às wagons e SUVs. Assim, o GAC Space mantém-se fiel às formas tradicionais dos MPV, mas apresenta linhas bastante fluídas, rodas de grandes dimensões e interior que mais parece uma sala de estar. Este interior faz ainda mais sentido considerando que o conceito chinês é capaz de condução autônoma de nível 4.

Isso é que é grade: os chineses parecem satisfeitos por ter deixado a BMW para trás

Apesar de não ter adiantado qualquer detalhe sobre a parte mecânica do Space, a GAC apresentou no mesmo evento um motor 1.5 a hidrogênio (foto abaixo) com consumo anunciado de 0,84 kg de hidrogênio para cada 100 km percorridos, o que deixa claro que não são só a Yamaha ou a Toyota que acreditam no futuro dos motores de combustão a hidrogênio.


Compartilhe!
简体中文 简体中文 English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano 日本語 日本語 Português Português Español Español