Chefão da VW confirma que a nova Kombi será elétrica

Compartilhe!

Herbert Diess, chefão do Grupo Volkswagen, confirmou a jornalistas europeus que a marca alemã irá mesmo produzir uma Kombi totalmente elétrica.

Autodesk VRED Professional 2017 SP1

Segundo o responsável máximo da empresa alemã, a aposta numa versão elétrica e obviamente atualizada da Kombi faz todo o sentido, num momento em que a aposta na eletrificação da submarca ID se faz cada vez mais marcante.

“Os carros emocionais são muito importantes para a nossa marca. Ainda estamos vendendo muitos novos Fusca, em especial no mercado dos Estados Unidos. Mas teremos também a Kombi -ou Microbus- que já mostramos e que decidimos recentemente que iríamos produzir”, afirmou Diess.

Se a futura Kombi elétrica de produção realmente se assemelhar ao protótipo ID Buzz apresentado no Salão de Genebra deste ano, terá tração integral e dois motores elétricos, oferecendo condução autônoma e até oito lugares. Cada motor terá 204 cv, ficando a soma dos dois motores nos 408 cv, valor suficiente -garante a VW- para que o ID Buzz consiga acelerar de zero a 100 km/h em apenas 5 segundos. Já a velocidade máxima será limitada aos 160 km/h para proteger a autonomia.

Para alimentar estes motores temos uma bateria de ions de lítio com 111 kWh de capacidade que, montada no piso do modelo, permite autonomia anunciada de 598 km nos testes NEDC.

A base do futuro modelo da Kombi deverá ser a nova plataforma MED desenvolvida para o ID, e que tem como destaque a distância entre-eixos de 3300 mm e avanços curtos na frente (829 mm) e na traseira (812 mm), o que significa que as rodas ficam nos extremos da carroceria.


Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *