Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Chevrolet apresenta a S10 2021. Veja o que mudou

Compartilhe!

Talvez por conta da pandemia, a Chevrolet esqueceu de comemorar os 25 anos de lançamento da picape S10 no Brasil, marco importante. Mas por outro lado apresentou a linha 2021 da picape S10 e do SUV Trailblazer. Os dois utilitários chegaram com o desenho da frente renovado e novidades internas e de segurança. A alteração de estilo menor que a reestilização feita há três anos: só o para-choque e a grade foram redesenhados, e agora trazem visual diferenciado para as versões High Country (S10) e Premier (Trailblazer) em relação ao restante da linha. O desenho continua atual, mas o preço vai assustar, apesar de alinhado com os concorrentes. Prepare-se para o final deste texto.

Naquelas opções top de linha, o largo friso superior da grade, que antes acomodava a “gravatinha” da marca, passa a ter gravado o nome “Chevrolet”, enquanto a “gravata” é posicionada mais abaixo, na grade, descentralizada e perto do farol esquerdo.

Não foram feitas alterações técnicas. Os motores continuam os mesmos: 2.5 flex da S10 é de quatro cilindros com potência máxima de 197 cv e torque máximo de 26,3 mkgf (gasolina), ou 206 cv e 27,3 mkgf (etanol). Tanto na picape quanto no Trailblazer, o motor 2.8 turbodiesel de quatro cilindros tem 200 cv e 51 mkgf, acoplado à transmissão automática de seis marchas. Na S10, com câmbio manual de seis marchas, esse motor diesel tem torque de 44,9 mkgf.

Infelizmente, o motor V6 a gasolina não está mais disponível no Trailblazer desde o final do ano passado.

No interior, a central multimídia My Link apresenta agora conexão sem fio com celular compatível, por meio dos sistemas Android Auto e Apple Car Play, e permite conexão de internet (plano da Claro a ser contratado) como acontece em outros modelos da marca.

Airbags laterais dianteiros e de cortina passam a ser item de série em toda a linha. Outra novidade em termos de segurança é o “pacote” de recursos de assistências das versões LTZ e acima, que inclui monitoramento de distância à frente com frenagem autônoma de emergência e alertas de troca da faixa e de veículo em ponto-cego nas laterais.

Versões & Preços

• S10 LS turbodiesel 4×4, câmbio manual (R$ 169.200) – Airbags laterais dianteiras e de cortina, controle de de velocidade em descida, controle eletrônico de estabilidade e de tração, monitor de pressão dos pneus, rodas de aço aro 16, computador de bordo, condicionador de ar, sistema de áudio com USB e Bluetooth.

• S10 Advantage Flex 4×2, câmbio manual (R$ 125.390) – Acrescenta à LS capota marítima,  faróis de neblina, regulagem de altura dos faróis e rodas de liga leve aro 16.

• S10 LT Flex 4×2, câmbio manual (R$ 142 mil), S10 LT Turbodiesel 4×4, câmbio manual (R$ 187.590) – acrescenta à Advantage alarme, câmera de ré, cruise control, sensores de estacionamento traseiros e volante com ajuste de altura.

• S10 LTZ Flex 4×2, câmbio manual (R$ 146.790), S10 LTZ Flex 4×4, câmbio manual (R$ 156.690) e S10 LTZ Turbodiesel 4×4, câmbio manual (R$ 206.190) – Acrescenta à LT alerta de distância frontal com frenagem automática, alerta de troca de faixa, condicionador de ar automático, banco do motorista com ajuste elétrico, barras de teto, multimídia My Link com tela de 8 polegadas e conexão sem fio com celular, estribos, luzes diurnas de leds, faróis e limpador de para-brisa automáticos, partida remota, espelho retrovisor interno fotocrômico, retrovisores externos com rebatimento elétrico, rodas aro 18, sensor de estacionamento dianteiro e volante revestido de couro.

• S10 High Country Turbodiesel 4×4, câmbio automático (R$ 213.290) – Adiciona à LTZ, mais bancos com revestimento sintético e “santoantonio” e molduras estilizadas na caçamba.

O Trailblazer ainda não teve os preços divulgados.


Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *