Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

TEST DRIVE: CHEVROLET ONIX

Compartilhe!

Depois do Opala, outro carro da Chevrolet no Brasil ganhou nome de pedra semi-preciosa. E mais, o Corsa não vai deixar saudade. Seu substituto, o Onix, acabou de ser apresentado. O hatch de quatro portas foi desenvolvido no Brasil, com plataforma derivada das usadas no Cobalt e Spin, e vai brigar no segmento dos compactos. Chega com o motor retrabalhado, o SPE/4, 1.0 e 1.4, mais potentes e eficientes. Além disso, traz o inédito sistema multimídia MyLink, que permite a utilização de diversas mídias e aplicativos de conectividade para celulares.

 

São três versões de acabamento –LS, LT e LTZ-, três kits exclusivos de acessórios (Joy, Race e 24 Hours), airbags frontais e freios ABS de série e três anos de garantia. Os preços são: R$ 29,9 mil (LS 1.0), RS 34,9 mil (LT 1.0), R$ 38,4 mil (LT 1.4) e R$ 41,9 mil (LTZ 1.4).

 

O Chevrolet Onix 2013 chega ao mercado com as características globais da GM, ofecerendo bom desempenho, linhas atuais, tecnologia e conforto.  Com itens de personalização e conectividade inéditos no seu segmento e que dentro da atual tendência mundial permitem a cada indivíduo ter seu próprio Onix personalizado, o novo Chevrolet vai ser referência dentro da própria marca. Prova disso é que, apesar de ter sido projetado para o mercado brasileiro, já está chamando atençao de outras filiais da GM.

NOVIDADES

Com conforto de carro maior, desenho e desempenho que o colocam em destaque diante dos concorrentes, o Onix é um novo conceito de carro no Brasil, por conta do sistema MyLink.

 

 

Concebido e desenvolvido no Brasil, o Chevrolet Onix é resultado direto do trabalho realizado pelas principais áreas estruturais da empresa, um dos cinco centros globais da GM para o desenvolvimento de novos produtos. Oferecido nas versões LS, LT e LTZ, o novo Chevrolet tem desenho diferenciado em qualquer uma das suas opções, além de uma nova categoria de motores especialmente desenvolvida para ele: a linha SPE/4 (Smart Performance Economy/4 cylinders), mais eficiente e econômica, em versões 1.0 e 1.4.

 TECNOLOGIA

Em termos de conforto, não faltam detalhes e comodidade, que posicionam o Onix não apenas como um carro de qualidade superior em relação aos concorrentes, mas que também o colocam em patamar semelhante ao de modelos mais sofisticados. Além disso, o compacto tem na tecnologia de conectividade um diferencial inédito nunca antes oferecido para carros de seu segmento no Brasil, para “dialogar” com seus diferentes perfis de público: o sistema multimídia MyLink.

 

Para consumidores ligados em tecnologia, o Chevrolet Onix é atraente. O compacto traz de maneira pioneira no Brasil o sistema multimídia MyLink (“Bring Your Own Media”), que permite ao usuário trazer suas músicas, fotos, vídeos e aplicativos do celular para o veículo, além de fazer ligações telefônicas via Bluetooth por meio da tecnologia HFT (Hands Free Telephone), e permitir ao usuário configurar algumas funções do veículo de acordo com as suas preferências. É a primeira vez no mercado brasileiro que um veículo deste segmento oferece essa tecnologia.

 

O MyLink se destaca por sua interface intuitiva e de fácil navegação, fazendo uso de uma tela LCD touch screen de sete polegadas. Por meio do sistema, é possível controlar algumas configurações funcionais do carro, como avisos sonoros de faróis ligados, acionamento do limpador traseiro, travamento automático das portas, entre outros. Outra comodidade viabilizada pelo sistema está na possibilidade da importação das demais informações tradicionais do celular, como agenda de contatos e histórico de chamadas. Fora isso, o sistema executa funções tradicionais de rádio AM/FM com leitor de áudio para arquivos MP3/WMA.

 

Seguindo a tendência dos mais modernos Smartphones e Tablets do mercado, o MyLink permite que utilização de aplicativos do Smartphone diretamente do seu carro. Para isso, utiliza o aplicativo Stitcher SmartRadio, que permite ao usuário acesso a podcasts e noticiários sem sair do veículo. Ele permite acessar conteúdo de canais importantes como CBN, CNN, Fox News, ESPN e vários outros canais do mundo. Para utilizar o serviço do Stitcher SmartRadio é necessário que o usuário faça primeiro o download do aplicativo em seu smartphone pelo Apple iTunes Store (para usuários de iPhone) ou Play Store (para usuários de Android).

Onix 24 Horas.

O MyLink é oferecido de série na versão LTZ e como opcional na LT e inicialmente estará disponível com o aplicativo Stitcher. Futuramente outros aplicativos serão disponibilizados para o sistema.

Onix Race.

NACIONAL

 O desenho do Onix mescla esportividade e atualidade. Com desenho e projeto 100% brasileiro mas com referências globais da mara, o compacto não esconde robustez. Os primeiros rascunhos são de 2009. Carregado de linhas e pontos que lhe conferem identidade própria dentro das características globais da marca, o Onix é resultado do trabalho de mais de 200 profissionais do Design da GM do Brasil. Puramente brasileiro, o Onix foi concebido sem deixar de lado modernidade e inovação.

Na dianteira, os faróis afilados acompanham o contorno da lateral, onde encontra linhas que se estendem por toda a extensão da lateral do carro. A tradicional grade bipartida com barra central ostentando a “gravata” é a identidade de um legítimo Chevrolet. O capô curto confere elegância ao Onix, deixando o pára-brisa bem inclinado, sem comprometer o espaço interno.

Nas laterais, linhas fluídas inferiores reforçam a robustez do hatch, que apresenta ainda a traseira arqueada e levemente arredondada, com spoiler integrado e pára-lamas e pára-choques salientes e arrojados. “Não há quem não goste do seu desenho. Ele tem muita presença e carisma. É um carro que faz bater forte o coração e cada detalhes e ângulo entregará ao consumidor mais do que ele espera”, garantiu Barba.

INTERIOR

E se por fora o Onix impressiona por suas linhas, por dentro a surpresa é maior. O interior do carro é amplo e confortável dentro de sua proposta, num ambiente agradável e cômodo. Por dentro, o Onix também esbanja atualidade.

Estes, aliás, são os conceitos mais explorados pelo Onix. A proposta de desenho busca entregar um desenho moderno e diferenciado mesmo na versão de entrada, a LS, na qual cada área interna do Chevrolet Onix possui detalhes que comprovam o cuidado empregado. E isto pode ser verificado, como na versão LS, por exemplo, que adota dois tons para o acabamento, um diferencial. As versões LT e LTZ utilizam tom único.

Os chamados “efeitos de jóia” conferem detalhes em todos os pontos do veículo, como bancos, portas e painel, que apresentam uma nova variação do clássico Dual Cockpit encontrado em outros modelos da Chevrolet e que mescla mostradores analógicos e digitais, com leds no painel de instrumentos na cor Ice Blue.

A ausência de bloco central de console, dando lugar a linhas horizontais contínuas em toda a extensão do painel do carro ajudam a ampliar a sensação de espaço. São 16 porta-objetos funcionais, mas que cumprem ainda função de elementos de desenho do interior do carro. O porta-luvas, por exemplo, é discretamente percebido, estando localizado em posição ligeiramente mais alta do que o convencional, conferindo melhor acesso, visibilidade e espaço para o passageiro do banco da frente.

O porta-malas tem 280 litros de capacidade, adequado ao porte e proposta do hatch. Já o tanque de combustível tem capacidade de 54 litros, garantindo boa autonomia.

CUIDADOS

A trajetória do Chevrolet Onix começou em 2008, sendo estruturada por uma equipe de cerca de 300 engenheiros de produto. O objetivo era desenvolver um carro que, apesar de compacto, fosse volumoso e imponente. Para tanto, foram realizados diversos estudos e pesquisas diretamente com potenciais clientes para definição dos conceitos que norteariam o projeto.

Desenvolvido a partir da arquitetura global de veículos pequenos da GM – a mesma de modelos como Sonic, Cobalt e Spin, o Onix foi concebido e desenvolvido seguindo os padrões globais de sinergia entre as áreas e a adoção de tecnologias de ponta com custos competitivos. Com cerca de 1000 quilos, ele tem 1.964 mm de largura e 3.930 mm de comprimento.

O entre-eixos de 2.528 mm é o maior da categoria, comparável ao de um sedã médio (o Cruze, por exemplo, tem entre-eixos de 2.685 mm), o que significa conforto para todos os ocupantes. Dentro do carro, espaço generoso e conforto, inclusive no banco traseiro. Além disso, o entre-eixos tem influência direta no comportamento das suspensões.

DESENVOLVIMENTO

Todo o desenvolvimento do Onix foi feito buscando oferecer a melhor eficiência energética, ou seja, melhor desempenho com menor consumo de combustível. Alguns exemplos disso são o novo conjunto de powertrain, o uso de pneus com baixa resistência ao rolamento e todo o cuidado com a superfície do veículo a fim de obter a melhor aerodinâmica.

Toda isso contribui ainda para o bom desempenho no quesito segurança. Além de atender à legislação brasileira, o Chevrolet Onix tem freios ABS, EBD e airbags como itens de série. No caso de colisões frontais, o hatch atende ao padrão Europeu de “Offset Deformable Barrier” para colisões dianteiras à velocidade de 56 km/h. Entre outro fatores, isso é garantido com o emprego da “Crash Box” (caixa de impacto) instalada junto à estrutura interna do pára-choque e que funciona como um dispositivo deformável para absorver energia sem impactar os passageiros.

O veículo rodou mais de 450 mil km em diferentes regiões do Brasil e no Campo de Provas da Cruz Alta, em Indaiatuba (SP), até ser validado. Em uma fase mais adiantada do projeto, testes de interferência eletromagnética, eficiência térmica e de aerodinâmica também foram realizados nos Estados Unidos em laboratórios especializados da GM.

A robustez sugerida pelo desenho do Onix está garantida pela sua estrutura interna. Dotado de rigidez torsional até 50% mais eficiente que carros desta categoria em gerações anteriores, o Onix possui estrutura que absorve os diferentes tipos de impacto e ondulações do terreno, o que proporciona ao motorista mais silêncio ao rodar, livre de ruídos e vibrações em qualquer ponto do interior do veículo, ao mesmo tempo em que permite sensação de dirigibilidade mais firme.

O Onix tem no comportamento dinâmico um de seus pontos fortes. É fácil de dirigir, firme e estável em qualquer uma de suas versões. Somado a estes fatores, o Cx de 0.35 –muito bom para um hatch– mais a combinação de itens como a estrutura e massa do carro, motorização e pneus com baixa resistência de rolamento, garantem ao Onix relação de desempenho e eficiência de consumo muito boas.

MOTORES SPE/4

Para equipar o mais recente membro da “família” Chevrolet, uma nova geração de motores foi especialmente desenvolvida, reunindo muitos dos conceitos que tornam o Onix um carro de melhor desempenho. Apresentado com versões 1.0 e 1.4, ambos Flex Fuel, o SPE/4 (Smart Performance Economy 4 cylinders) integra a nova categoria de motores 100% desenvolvida pela GM do Brasil.

O novo motor funciona com sistema de injeção sequencial e ignição independente por cilindro. São quatro cilindros, cada qual alimentado por uma bobina individual -as mesmas utilizadas no Chevrolet Camaro- o que resulta em redução no desperdício da energia gerada pelo motor. E os números comprovam isso. A potência específica chega à barreira mundial de excelência dos 80 cv/litro, índice alcançado até então exclusivamente por motores com subsistemas, como comandos de válvulas variáveis.

Com isso, a versão 1.0 do Chevrolet Onix rende 80 cv quando abastecida a etanol e 78 cv com gasolina, ambas a 6.400 rpm. O torque máximo, com etanol, é de 9,8 mkgf a partir de 5.200 rpm, e 9,5 mkgf com gasolina, na mesma faixa de rotação. O Onix 1.0 vai de zero a 100km/h em 13,3s (etanol) e 13,7s (gasolina), atingindo a velocidade máxima de 167 km/h e 162 km/h, respectivamente.

Já a versão 1.4 tem 106 cv com etanol e 98 cv com gasolina, ambas a 6000 rpm. O torque máximo, com etanol, é de 13, 9 mkgf a partir de 4800 rpm e 12,9 mkgf com gasolina, na mesma rotação. Abastecido com etanol, o Onix vai de zero a 100 km/h 10,1s, podendo atingir até 180 km/h. Com gasolina, o desempenho é de 10, 6s no zero a 100km/h e velocidade máxima também de 180km/h.

BOM DESEMPENHO

Com respostas mais rápidas o SPE 4 oferece maior potência, torque e eficiência, além de ser mais leve, com maior durabilidade e resistência, contribuindo assim para a redução de ruídos e vibrações. Esta foi uma das diretrizes que guiou o trabalho realizado pela área de Powertrain que redesenhou os comandos de válvulas, blocos de sustentação e outros componentes do motor, para chegar ao resultado final.

Tanto na transmissão quanto na motorização, a equipe de Powertrain focalizou na redução de massa dos componentes, com o emprego de tecnologia de ponta e a utilização de materiais mais nobres. Para isso, um “pacote” de redução de atrito foi desenvolvido com tecnologia mais atual em termos da GM mundial, especialmente no brunimento dos cilindros, onde houve significativa melhora no atrito gerado no funcionamento do motor.

O resultado é uma motorização silenciosa e de baixo consumo, com nível de desgaste muito inferior aos demais motores de gerações antigas. Um dado curioso, por exemplo, é que o motor SPE/4 é 2 kg mais leve que o Econoflex utilizado em outros produtos da marca, apesar da maior potência e melhor  desempenho. O motor 1.0 está disponível para as versões LS e LT. A LT tem as duas configurações, e a LTZ é restrita ao 1.4.

Outras melhorias estão na inversão do coletor de admissão, que torna o motor livre de suportes desnecessários; novo corpo de borboletas, no qual o sinal elétrico não tem mais contato mecânico, conferindo durabilidade infinita ao dispositivo; a disposição de comando válvulas vazado em formato de tubo e a adoção de um amortecedor torsional que proporciona maciez ao dirigir. Além disso, outra novidade é a inversão do sistema de acessórios do motor -como alternador, correias, compressor do ar-condicionado e direção-hidráulica, com a adoção de suportes menores e mais simples, melhorando a ventilação de componentes críticos que dependem da manutenção de determinada temperatura.

A transmissão manual de cinco velocidades é a caixa F17 geração 1.5 –a mesma empregada no Cobalt- com pequenas alterações adaptadas ao tamanho e peso do Onix. A carcaça de transmissão ficou mais rígida e menos volumosa. As trocas de marchas continuam  suaves e sem ruídos de engate.

VERSÕES

As três versões do Onix oferecem uma boa gama de itens a partir da versão de entrada, a LS. Nela são itens de série pneus 175/70-14, freios ABS/EBD, airbags frontais, alça dianteira retrátil do teto do passageiro, ar quente, desembaçador e limpador traseiro, terecira luz de freio, cintos de segurança dianteiros com ajuste de altura e cintos dianteiros e traseiros de três pontos, pára-choques dianteiro e traseiro na cor do veículo, além de sistema para abertura da tampa de combustível pela chave.

A versão intermediária, a LT, oferece todos os itens da LS e ainda dispõe de pneus 185/65-15, alavanca de câmbio cromada, abertura elétrica do porta-malas pela chave, acionamento elétrico das travas das portas, acionamento elétrico dos vidros dianteiros, alarme anti-furto, antena, banco do motorista com regulagem de altura, banco traseiro bi-partido (60/40), chave do tipo “canivete” com fechamento de portas e vidros, controle de luminosidade do painel de instrumentos e controles de ventilação cromados. Conta também com direção hidráulica, luz de cortesia no porta-luvas e porta-malas, maçanetas das portas na cor do veículo, moldura da grade do radiador e das saídas de ar cromadas, painel das portas com acabamento em tecido, pára-choques na cor preta, protetor de cárter, puxadores internos das portas cromados, e volante com regulagem de altura e acabamento metalizado.

Ainda na versão LT são oferecidos faróis dianteiros com máscara escurecedora e lente azulada em Ice Blue, lanternas traseiras com lentes escurecidas e saia lateral preta para as versões com motor 1.4.

A versão LTZ do Chevrolet Onix, top de linha, além de oferecer os itens encontrados na versão LT, tem pneus 185/70-14, acionamento elétrico dos vidros traseiros, ar-condicionado de série, computador de bordo, conexão Bluetooth para celulares, conjunto de quatro alto-falantes, entrada USB, espelhos retrovisores com controle elétrico, faróis de neblina, rodas de alumínio com acabamento diamantado e sistema multimídia MyLynk, este último opcional na versão LT.

Em termos de acabamento externo, o Chevrolet Onix é oferecido nas cores sólidas Branco Summit , Vermelho Pepper e Preto; além das metálicas Laranja Flame e Prata Switchblade. A garantia é de 3 anos sem limite de quilometragem.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español