Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Chevrolet S10 2016: quatro novas versões por até R$ 163,8 mil

Compartilhe!

A Chevrolet lançou a linha 2016 da pickup S10, que ganhou quatro versões inéditas: Advantage, Freeride, Chassis Cab e a luxuosa High Country. Elas se juntam às conhecidas configurações LS, LT e LTZ, ampliando ainda mais as opções de acabamento do utilitário de maior sucesso do segmento. 

S10_Family 02 (640x454)

Apresentada como conceito em outubro, no Salão do Automóvel de São Paulo, a S10 High Country chega para inaugurar um novo patamar de sofisticação entre as pick-ups nacionais, quase no mesmo padrão de luxo aplicado nas pickups norte-americanas, por exemplo. High Country é uma espécie de assinatura de alguns modelos Chevrolet nos Estados Unidos, sinônimo de utilitários superequipados e mais exclusivos. Ficou a cargo da equipe de desenhistas da marca no Brasil aplicar o conceito à S10 brasileira.

S10_040_FGD_6624 (640x427)

Para receber a “grife” High Country, a pick-up ganhou uma série de itens, como faróis escurecidos com projetor, aplique no para-choque dianteiro, estribos laterais, rodas aro 18 com superfície usinada, frisos cromados contornando a base dos vidros das portas e um robusto “santoantonio”, especialmente desenhado para se integrar à caçamba e elevar a borda da caçamba; a peça acompanha uma inédita capota marítima. “Este novo conjunto traseiro traz benefícios aerodinâmicos e acaba elevando o perfil da caçamba, criando a impressão de que o veículo é ainda maior e mais imponente”, destaca Carlos Barba, diretor de design da GM do Brasil.

Lanternas em LED, maçaneta da tampa traseira cromada e rack de teto com barras longitudinais e transversais completam a lista de destaques externos. A nova versão top de linha da S10 pode ser identificada também pelos logos nas laterais do “santoantonio” e na direita da tampa traseira. Os emblemas fazem alusão às altas montanhas das regiões High Country norte-americana.  

Por dentro a pickup traz o mesmo alto nível de sofisticação do SUV Trailblazer. Os bancos têm forração em dois tons (marrom Brownstone e preto Jet Black), costura pespontada e descansa-braço traseiro. Já o assento do motorista conta com regulagem elétrica de altura, distância e inclinação do encosto.

O veículo conta com outros itens de comodidade, entre eles ar-condicionado digital, computador de bordo, volante multifuncional, sensor de estacionamento, cruise control e sistema multimídia Chevrolet MyLink com GPS, DVD e câmera de ré integrados.

A lista de equipamentos de segurança também é boa: controle eletrônico de estabilidade, controle de velocidade em declive (Hill Descent Control), freios ABS com sistema de distribuição de frenagem (EBD), cinto de segurança traseiros e central de três pontos retráteis, alarme de não afivelamento do cinto de segurança e airbags. “A S10 High Country foi pensada para um perfil de consumidor que busca um veículo extremamente sofisticado e valente, porém com a conveniência de ter uma ampla caçamba e, principalmente, com o espírito de uma verdadeira pickup”, explicou Samuel Russell, diretor de marketing da Chevrolet.

A S10 High Country chega ao mercado com cabine dupla, motor 2.8 Turbodiesel, transmissão automática de seis marchas e tração 4×4, que é comandada por seletor eletrônico no console central da cabine. O motor oferece elevado torque: 51 mkgf a 2.000 rpm (90% deste valor já está disponível a 1.700 rpm) e 200 cv de potência máima a 3.600 rpm. Com isso, a S10 mantém-se como a pickup com motor mais “forte” do mercado.

S10_005_EDP-035 (640x346)

O modelo incorpora as recentes evoluções promovidas na linha, como as melhorias de isolamento acústico da cabine e o trabalho de recalibração da suspensão dianteira e traseira, correta para o consumidor que procura um utilitário versátil para o uso urbano e também confortável em pisos irregulares. 

S10_007_EDP-038 (640x426)

Em relação às cores, a S10 High Country traz como novidade o Vermelho Chili, que destaca ainda mais a versão. Há ainda mais quatro opções: Branco Summit, Cinza Cyclone, Preto Carbon Flash e a nova Cinza Graphite.

Freeride

Uma outra versão traz a configuração que reune a mecânica, equipamentos e acessórios preferidos da maioria dos consumidores da S10. Assim nasceu a Freeride, mais uma nova versão da linha 2016 da pickup Chevrolet.

S10_246_EDP-016 (640x426)

O modelo traz cabine dupla, motor 2.5 Ecotec com injeção direta de combustível (206 cv), transmissão manual de seis marchas, sistema multimídia Chevrolet MyLink, ar-condicionado, computador de bordo, vidros e travas acionados por controle remoto, cruise control, airbag duplo, retrovisores elétricos e rodas aro 16, além de capota marítima, “santoantonio” e câmera de ré.

A S10 Freeride traz um adesivo decorativo nas laterais e na tampa traseira da caçamba e está disponível em todas as sete opções de tonalidade para o modelo, incluindo as novas cores Cinza Graphite e Vermelho Chili.

 Advantage

A S10 Advantage é ideal para o consumidor que busca uma pickup atual, robusta e acessível, porém sem abrir mão de itens de conforto e aparência.

Baseada na versão LT 4×2 cabine dupla, a S10 Advantage diferencia-se externamente pelas rodas com pintura escura aro 16 e pelos adesivos decorativos nas laterais. Faróis de neblina, adesivo na coluna central e maçanetas pintadas na mesma cor da carroceria fazem parte do conjunto.

Por dentro, destacam-se os bancos e o painel das portas com detalhe em tecido, console com porta-copos e porta-objetos, tomada extra para os passageiros do assento traseiro, luzes de leitura e para-sol do carona com espelho, por exemplo.

A lista de equipamentos da S10 Advantage também é extensa. As portas, vidros e retrovisores têm comando elétrico, a chave é do tipo canivete e o sistema multimídia Chevrolet MyLink permite ao usuário acessar suas músicas, fotos e vídeo e efetuar ligações telefônicas por meio de um smartphone. Além disso, o banco do motorista e a direção possuem sistema de regulagem de altura. O propulsor é o 2.4 FlexPower, de até 147 cv.

 A versão Advantage está disponível nas cores Branco Summit (sólida), Cinza Graphite e Prata Switchblade (metálicas).  

Chassis Cab

Voltada exclusivamente para o segmento de frotistas, a nova versão Chassis Cab da S10 vem pronta para ser personalizada conforme a necessidade da empresa: baú, carroceria, guincho e outros. Ou sejaa, é fornecida sem a caçamba.

Outro importante diferencial desse modelo da Chevrolet é sua mecânica; o veículo pode ser equipado com o motor 2.4 FlexPower de até 147 cv de potência e 24,1 mkgf de torque ou o 2.8 Turbodiesel de 200 cv e 44,9 mkgf. A capacidade de carga é de até 1.343 kg, a maior entre todas as versões da S10.

Apenas os preços da High Country e da Freeride foram divulgados. A High Country custa R$ 163.800 e a Freeride R$ 95.340; os demais serão conhecidos em agosto

20 ANOS NA LIDERANÇA 

Lançada em março de 1995 como a primeira pickup média nacional ( não considerando aí a Willys/Ford F75 ou pick-up Kombi), a S10 vem mantendo a liderança de vendas deste então, ultrapassando a marca de 600 mil unidades emplacadas. 

1995 – Em março, a Chevrolet lança a S10 (2.2), a sua primeira pick-up média nacional; em outubro chega a versão cabine estendida e o motor Maxion HST 2.5 turbodiesel. 

1996 – É apresentada a S10 Cabine Estendida e a opção de motor 4.3V6. 

1998 – A linha passou a oferecer opção de cabine dupla e tração 4×4. 

1999 – A primeira alteração de estilo, concentrada na parte dianteira, com novos para-choque e grade; o modelo ganha também uma versão de luxo, batizada de Executive. 

2000 – A S10 turbodisel passa a adotar o motor MWM Sprint 2.8; seis meses depois chega a série especial S10 Barretos, em homenagem ao maior rodeio do país. 

2001 – Estréia a nova linha, com evoluções na dianteira, no interior e na motorização; o 2.2 é substituído pelo 2.4. 

2006 – Pela primeira vez uma pickup da Chevrolet disputa o Campeonato Mundial de Cross Country e conquista seu quinto título no Rally Internacional dos Sertões. 

2007 – O motor 2.4 passou por evoluções e tornou-se flex. 

2009 – A S10 passa por mais uma atualização visual, com mudanças na parte externa e interna do veículo. 

2012 – Chega ao mercado a nova geração da S10; projetada e desenvolvida no Brasil também para outros mercados, modelo estréia como nova referência no segmento de pickups médias. Para equipar o veículo, foi criado um novo motor 2.8 Turbodiesel. 

2013 – Motor 2.8 Turbodiesel e a transmissão (agora de seis marchas) receberam importantes melhorias técnicas, que possibilitaram ganho de desempenho. Com isso, a potência pulou de 180 cv para 200 cv. Outra novidade é a oferta do sistema multimídia MyLink. 

2014 – A pickup da Chevrolet ganhou mais uma opção de motor flex, o 2.5 Ecotec com injeção direta de combustível, e novo ajuste da suspensão, além de melhorias de acabamento.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español