Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

CHEVROLET TRAX: A MINI-CAPTIVA

Compartilhe!

O Salão de Paris, que vai acontecer em setembro, irá apresentar várias novidades. Uma que interessa muito ao Brasil é a Chevrolet Trax, o pequeno SUV da marca, que vai substituir a Captiva em diversos mercados. Aquí, vai tirar o sossego do novo Ecosport e do Renault Duster. A GM já divulgou as primeiras imagens do modelo e algumas de suas medidas. Ele tem 4.248 mm de comprimento (contra 4.576 mm da Captiva), 1.776 mm de largura (a Captiva tem 1.850 mm) e entre-eixos de 2.555 mm (2.707 mm na Captiva).

Na Europa, o SUV compacto terá três opções de motores, dois a gasolina (1.6 16V de 116 cv e 1.4i Turbo de 142 cv) e um diesel (1.7 VCDI, de 132 cv). O Trax terá tração dianteira, com tração integral opcional. Todos os motores usarão câmbio manual de seis marchas e função Start/Stop. A partir da metade do ano que vem, os 1.4 turbo e diesel serão equipados com transmissão automática de seis marchas.

Ainda para o mercado europeu, o Trax será equipado com seis airbags, controle de estabilidade e tração, ABS com EBD e sistema de partida em aclives. O sistema multimídia MyLink (com GPS, entrada USB, Bluetooth e comandos por voz), assim como o ar condicionado e “piloto-automático” estarão nas versões mais completas.

A produção está confirmada inicialmente para a fábrica mexicana de San Luis Potosi, que acabou de receber pesados investimentos. O Trax será vendido em 140 países e é feito na mesma plataforma do Sonic. Vai chegar ao Brasil no começo do ano que vem, para competir principalmente com o Ford EcoSport. A primeira informação é de que vai usar o motor o 1.8 16V Ecotec de 144 cv e as transmissões manual e automática do Cruze, ccom preço na faixa dos R$ 65 mil.

– Leia mais em SUPER CHEVY.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español