Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Chineses vão voltar a produzir o Fisker Karma

Compartilhe!

546283e0e3aba8345f89ab0690e7e910_L

A chinesa Wanxiang, que comprou a marca de híbridos plug-in Fisker, pretende relançar o Karma, seguido da versão wagon e, depois, um modelo “mais acessível”. Isso pode começar a se tornar realidade a partir do ano que vem.

Depois da aquisição dos direitos sobre a Fisker no início do ano, a empresa de peças de automóveis chinesa Wanxiang está buscando no mercado um CEO permanente, no prazo máximo de três meses. Por enquanto, o presidente interino Roger Brown lidera um grupo de 25 funcionários (eram 150 antes da empresa quebrar).

Em entrevista ao “The Detroit News”, Brown disse que a empresa precisa criar uma nova sede, decidir onde os carros serão construídos –sendo que a Fisker é dona de uma fábrica em Delaware, nos Estados Unidos- e contratar cerca de 200 pessoas, muitos deles antigos colaboradores. Contudo, o gestor não garante que a empresa continue a se chamar Fisker Automotive.“Wanxiang não é um nome vistoso”, disse o americano, “eles não compraram a Fisker para exportar tecnologia para a China. Eles compraram porque querem construir uma grande empresa de automóveis”.

No começo do próximo ano, a Wanxiang planeja voltar a produzir o Karma (na foto). Depois o Surf (versão wagon do Karma) em 2016, e o Fisker Atlantic (a versão mais barata do Karma, que nunca chegou a ser produzida), em 2017.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español