Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

CINCO MINIATURAS MUITO, MUITO CARAS

Compartilhe!

Por mais de 50 anos, milhares de crianças ao redor do mundo cresceram brincando com seus carrinhos Matchbox ou Hot Wheels. Depois de adultos, muitos não abandonaram essas miniaturas. Acabaram dando sequência a intermináveis coleções e, ao contrário dos preços baratinhos, descobriram que os antigos brinquedos que trituraram na infância hoje podem valer milhares e milhares de dólares.

Confira cinco exemplos.

 mini1

1. MAGIRUS DEUTZ CRANE 1961, O “MATCHBOX NÚMERO 30″

Quando a Matchbox lançou seu  “Número 30” em 1961, miniatura do guincho alemão feito pela Magirus Deutz, ele tinha carroceria cinza e guincho laranja. Quando foi descontinuado em 1965, existiam 27 variações do caminhão, que iam de cores a detalhes da carroceria e tipos de rebites na base. Dependendo da variação, hoje estão cotados entre US$ 30 e US$ 100 (desde que impecáveis e na caixa original, igualmente impecáveis). Mas se você não for colecionador, dificilmente vai notar a diferença de um para outro.

Por outro lado, existem variações tão raras que sequer constam dos catálogos. Alguns desses caminhões foram feitos com carroceria marrom claro e guincho laranja ou vermelho. Eram modelos montados à mão, na chamada pré-produção, que não foram vendidos comercialmente.

Em 1980, o colecionador americano Charlie Mack achou uma dessas miniaturas numa venda de garagem e pagou por ela US$ 10. Três anos depois, foi vendida num leilão por US$ 10 mil. Caso semelhante envolve outro grande colecionador, Jim Gallegos, também dos Estados Unidos (que tem mais de 35 mil Matchbox em sua coleção, avaliada em US$ 1,4 milhão), que pagou US$ 13 mil por um desses pré produção. Considerando que o preço original era de menos de US$ 0,50, estamos falando do investimento com maior rentabilidade do planeta.

 mini2

2. MATCHBOX QUARRY TRUCK

Antes que a Matchbox se firmasse no mercado, a empresa considerou fazer uma coleção de miniaturas maiores, chamada “Major Scale”. Os carrinhos normais da Matchbox tinham cerca de 5 cm de comprimento, e os Major Scale tinha em torno de 30 cm. Dois protótipos foram foi feitos pessoalmente em 1954 pelo modelista da marca inglesa, Ken Wettn, mas como os modelos normais fizeram muito sucesso, a Major Scale foi deixada de lado.

Com o passar do anos, um desses protótipos desapareceu, mas o outro estava guardado nos escritórios da Lesney, que fabricava os Matchbox. Desapareceu em seguida, com o fim da empresa e na metade dos anos 1980 apareceu na coleção do japonês Takuo Yoshise. Em março de 2010, Takuo vendeu o caminhão numa convenção de colecionadores na Inglaterra, por US$ 15 mil, o maior preço pago num Matchbox até hoje. Este é o “Santo Graal” dos colecionadores de Matchbox, inclusive este que vos escreve.

 mini3

3. HOT WHEELS BEATNIK BANDIT

A Hot Wheels é a concorrente Americana da Matchbox, e hoje as duas marcas pertencem à Mattel. E existem raridades HW também, claro. Um dos originais Sweet 16 era baseado num concept car de 1963, o Beatnik Bandit. O modelo original, futurista, tinha carroceria de fibra de vidro, dois lugares e capota bolha de Plexiglass, desenhado e construído por Ed “Big Daddy” Roth, um dos mais famosos customizadores dos Estados Unidos, criador da série de cartoons “Rat Fink”.

 O Bandit, como todas as miniaturas da série Sweet 16, foram produzidos em várias cores metálicas. Alguns, como vermelho, azul, verde e azul são até comuns, mas existem alguns raríssimos, pintados de pink. Seriam lançados para atrair a atenção das meninas, mas foram deixados de lado. Poucos chegaram às lojas, e em 2004 um impecável, mas fora da embalagem, foi vendido por US$ $7.070, e quatro anos depois, um outro, MIB (Mint In Box, algo como Impecável na Caixa) foi comercializado no Ebay por US$15.250.

 mini4

4. HOT WHEELS VW “BEACH BOMB” 1969″

A Hot Wheels é famosa também por suas pistas na cor laranja, que as crianças costumam montar por toda a casa. Em 1969 lançou a Kombi “The Beach Bomb”, específica para uso nas pistas. O modelo apresentava duas pranchinhas de surf, mas como eram muito salientes, não funcionavam direito com os arremessadores usados nas pistas, que eram vendidos em separado.

Depois de 16 protótipos, os projetistas redesenharam o local das pranchas. Alguns dos primeiros protótipos sobreviveram, e de vez em quando são vendidos, em geral por mais de US$ 15 mil.

O considerado mais raro de todos é pintado de pink, da qual só se conhece um, que foi comprado de um engenheiro da Mattel em 1998 (junto com outros 250 carrinhos, incluindo 25 protótipos) por US$ 9 mil. Um ano depois foi vendida para o colecionador Bruce Pascal por US$ 72 mil. Marshall vendeu a miniatura e com o dinheiro comprou um Dodge Viper. Já Pascal, vai a várias reuniões de colecionadores de Hot Wheels, onde exibe orgulhoso sua raríssima Kombi e mata todos os mortais de inveja.

 mini5

 5. HOT WHEELS 40TH ANNIVERSARY

A Hot Wheels fez em 2008 um exemplar único, raríssimo, produzido pela “joalheria das estrelas” Jason of Beverly Hills, para comemorar os 40 anos da marca e o carrinho número 4 bilhões (isso mesmo, quatro bilhões) produzido. Não é um carrinho, e sim uma jóia.

Esta preciosidade foi fundida em ouro branco de 18 quilates, coberto com 1.388 diamantes azuis, 988 diamantes pretos, 319 diamantes brancos e oito rubís. Totaliza 23 carats de pedras preciosas, avaliadas em US$ 140 mil. O estojo era adornado por mais 40 diamantes brancos, um para cada ano de história da marca. A miniatura foi leiloada para a entidade “Big Brothers Big Sisters”, e arrematado pela pechincha de US$ 60 mil.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español