Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

CITROËN ANTI-VELOSTER VAI CUSTAR R$ 79,9 MIL

Compartilhe!

Pequeno da Citroën tem preço: R$ 79,9 mil.

A Citroën finalmente anunciou o preço do Citroën DS3, seu carro compacto de luxo. Vai desembarcar no Brasil por exagerados R$ 79.900, em versão única e equipado com motor 1.6 THP de 165 cv de potência máxima, motor este desenvolvido em parceria com a BMW. Seu principal concorrente neste preço é o Hyundai Veloster (1.6 de 130 cv), que custa menos, R$ 75.700. Mas sempre existe um desavisado que pode deixar de comprar um Mini One, por exemplo, que custa R$ 78.950 (1.6 de 98 cv) para adquirir um DS3.

Realmente pequeno, o compacto da Citroën mede 3,95 metros de comprimento, 1,71m de largura e 1,48m de altura. Ou seja, é apenas 23 cm mais comprido e 3 cm mais largo do que o Mini One.

O Citroën DS3 vem completo, e o único gasto que pode ser feito é de R$ 2.900, para quem quiser bancos de couro. Apesar de ser um carro caro, nada de câmbio automático para o Brasil. O pequeno francês vem equipado com transmissão manual de seis marchas, com overboost na terceira, quarta, quinta e sexta marchas. Ele também conta com ESP, ABS, faróis de acendimento automático, cruise control, seis airbags, isofix para cadeirinha de criança e rodas de liga leve aro 17.

Muito otimista, a Citroën espera vender 250 unidades por mês no Brasil, número que parece ser devaneio. Basta olhar os números de vendas de seus concorrentes. O Mini One –um carro da BMW, marca com muito mais prestígio e apelo que a Citroën- vendeu apenas 188 unidades neste ano. A Citroën acredita que oferecer três anos de garantia e revisões com preço tabelado (a primeira sai por R$ 363 aos 10 mil km) pode ser um bom argumento de vendas, quando deveria na verdade é cuidar da desgastada imagen que tem por aqui, da alta desvalorização de seus carros e dos problemas de pós-venda reclamados por muitos clientes.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español