Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Coleção particular de Schumacher ganha exposição permanente

Compartilhe!

 

Sabine Kehm, assessora da família de Michael Schumacher, confirmou que a coleção particular do piloto, que conta toda sua carreira, será exposta ao público de maneira permanente e gratuita no “MOTORWORLD Koln-Rheinland”, em Colonia, na Alemanha, perto da terra natal do multicampeão.

a5

Pensada, segundo palavras da própria Kehm, como “uma homenagem aos fãs que acompanharam e continuam a acompanhar Michael”, a coleção inclui karts, troféus e carros utilizados pelo alemão durante a sua carreira. “É um desejo da família Schumacher que os fãs possam ver de perto esta coleção sem ter que pagar por isso”, afirmou Kehm.

“Isto vai permitir que se deleitem com as suas memórias e tragam todos esses grandes momentos de volta à vida”, prosseguiu. “A proximidade do local de Kerpen -onde nasceu- e a paixão pelo automobilismo foram duas outras excelentes razões para isso”, acrescentou.

Enquanto isso, Michael Schumacher prossegue na luta por sua recuperação, que continua envolta em mistério e segredos. Tanto a família como a equipe médica mantêm-se em absoluto silêncio há tempos, o que já levantou até suspeitas de que ele faleceu.

A família de Schumacher moveu um processo contra a revista alemã “Bunte”, que publicou uma matéria sobre a “milagrosa recuperação” do antigo piloto de Fórmula 1. O advogado garantiu em tribunal que “Schumacher não consegue andar”. “Não consegue andar e sequer se sustenta em pé sem o auxílio dos terapeutas”, revelou Felix Damm, durante audiência realizada num tribunal de Hamburgo.

O advogado não quis entrar em detalhes sobre a recuperação do piloto. Não podemos ser forçados, por meio de reportagens escabrosas como essa, a divulgar a condição dele. Schumacher tem direito à privacidade”, argumentou.

As declarações do advogado, de resto, surge na sequência do que falou Sabine Kehm, que desmentiu em dezembro esta informação veiculada pela revista, definindo como “irresponsável” o conteúdo da matéria em questão. “A afirmação de que ele pode andar não corresponde à realidade”, afirmou.

A decisão final do caso ainda não é conhecida. Sabe-se apenas que um tribunal de Hamburgo decretou que a publicação terá de indemnizar a família do alemão em 100 mil Euro pelos danos causados pelo artigo.

Quase três anos depois, Schumacher continua recolhido à sua casa, na Suíça, onde prossegue o tratamento devido às lesões cerebrais sofridas no acidente de esqui que ocorreu na estância de Méribel.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español