Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Como iniciar uma coleção de miniaturas sofrendo pouco

Compartilhe!

Colecionar miniaturas de veículos é um hobby que ganhou grande impulso no Brasil nos anos 1990 e cresce a cada dia. Mas é preciso alguma atenção antes de se iniciar nesse caminho. Não existe propriamente um “manual do colecionador” nem uma lista de regras a serem que diga o que se deve fazer antes de começar uma coleção de miniaturas de automóveis. Mas, siga este conselho: é interessante fazer algumas opções, sob pena de transformar a sua coleção numa infindável dor de cabeça. Quem começa colecionando miniaturas na escala 1/18 em pouco tempo vai ter problemas de espaço.


 
AUTO&TÉCNICA, que publicou há tempos revistas especializadas no assunto “miniaturas”, a MINI MODELS, traz para você algumas ideias que julgamos adequadas para você se iniciar nesse terreno, sem a pretensão de excluir outras que possam ser tão válidas quanto. Em primeiro lugar, vale seu gosto pessoal e quanto está disposto a gastar (as miniaturas evoluíram nos últimos anos e os preços dispararam). Resumindo: o ponto de partida mais importante será definir um tema, que varia conforme seu gosto e bolso.

Essa escolha de um tema específico pode ainda evitar a compra desordenada e compulsiva de miniaturas que, mais cedo ou mais tarde, vai fazer perder sentido crítico e se tornar um “juntador”, não um colecionador. Em matéria de temas ou diretrizes, saiba que eles são muito vastos, e por isso você deve pensar muito bem antes de iniciar a sua coleção.
 
Eis algumas possibilidades a serem seriamente consideradas:
 
Por escala
 
Quando se fala em escala, estamos falando no tamanho das miniaturas, e quase sempre no nível de detalhamento das mesmas. Quanto maior o número da escala, menor serão esses detalhes. As escalas mais usuais no colecionismo são: 1/87, 1/64, 1/43, 1/32, 1/24, 1/18, 1/12 e 1/8. Significa isto que 1/8, por exemplo, representa que o modelo é 8 vezes menor que o original.

 
Não se pode definir aqui qual a melhor escala para colecionar, é óbvia e naturalmente uma escolha pessoal. Mas o consenso entre os colecionadores veteranos indica a 1/43 como a melhor relação espaço/detalhes/custo/opções. Onde cabe um carrinho 1/18, cabem uns quatro 1/43.

 
 
Por marca ou modelo de automóveis
 

 
Bastante indicado para aqueles que são fãs de uma determinada marca ou modelos de automóveis. Arriscamos dizer que boa parte dos que se definem por esse tema são apaixonados pela Ferrari e Corvette, fixando aí o foco de sua coleção. Em regra, quem faz esta opção não tem limitação de escala, mas seria interessante ter…
 

Por modelos de série

 

 
Esta é uma coleção complexa, meio caminho para a perdição, por se tornar muito vasta; a produção real de automóveis, ano após ano, vai introduzindo no mercado muitos e variados modelos, tornando-a assim de difícil atualização. Convém aqui realçar que nem todos os modelos de automóveis são reproduzidos em miniatura.
 
Por estilo

 
Existem vários estilos de miniaturas de veículos. Estamos falando de modelos militares, de polícia, ambulância, bombeiros, táxi, veículos de serviço e funerárias, entre outros. Esta temática é muito interessante, diante da grande variedade de decoração de cada veículo, conforme o respectivo país de origem, mas contudo pouco desenvolvida pelos fabricantes de miniaturas. Todos ou apenas um dos estilos? A opção é sua.
 
De competição

 
No mundo da competição automóvel, retratado nas miniaturas, as hipóteses são várias, e você pode optar entre carros de rally, Le Mans, Fórmula 1, Nascar, equipes, pilotos ou outra que o seu gosto defina.
 
Filmes e séries

 
Tema bastante em moda, centrado na reprodução de miniaturas de automóveis, em que eles próprios foram personagens em filmes, desenhos e séries. Do Aston Martin DB5 de James Bond ao Lincoln Continental de Don Corleone, passando por Batmóvel, De Lorean do “De volta para o Futuro”, Speed Racer e tantos outros, quem não se recorda do seu protagonismo? Também aqui as opções são vastas.

 
Por período
 
Cada época teve o seu momento muito próprio em matéria de desenho e estilo de automóveis, do seu simbolismo, mas também marcado pela inovação da respectiva indústria. A fabricação de automóveis nos anos 1940 em plena Segunda Guerra Mundial, os grandes avanços tecnológicos registrados na década de 1950 ou ainda os muscle cars dos anos 1960 e 1970, são épocas passiveis de sereme retratadas por um colecionador interessado nesta temática.
 

Por fabricante


 
Para os apaixonados por um determinado fabricante, e são vários,  seja pela qualidade dos modelos, pela fidelização das réplicas ou por qualquer outra razão, encontramos verdadeiros entusiastas da Dinky Toys, Corgi Toys, Matchbox, Solido ou Vitesse, isto para falarmos apenas em alguns dos mais antigos. Há fabricantes que produzem miniaturas em tiragens baixas, destinadas exclusivamente a colecionadores.
 
Diorama
 
Trata-se de uma área do colecionismo baseada na apresentação da miniatura enquadrada, com algum detalhe, em cenas reais, sejam elas paisagens, concessionárias, postos de abastecimento, ferros-velhos ou oficina de automóveis. É muito frequente vermos dioramas associados a miniaturas da temática de filmes e séries. Curioso é que você pode personalizar  cenário, usando seu gosto e criatividade. Mas não se entusiasme muito, pois poderá ter problemas de armazenamento e espaço.
 

Estas são algumas dicas que compartilhamos, mas nunca se esqueça que, essencialmente, a sua coleção tem que fazer sentido para você, a satisfação que vai trazer independentemente do número de unidades que tem, do seu valor ou do que terceiros pensem. Sua mulher vai achar sempre que é uma bobagem e desperdício de dinheiro, mas não é. Raramente mulheres se dedicam a alguma coleção e jamais vão entender a satisfação que isso traz.
 
Colecionar miniaturas de automóveis, além de se constituir em excelente terapia ocupacional, é também uma fonte inesgotável de informação e cultura. Está lançada a ideia. Agora, mãos à obra!

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *