Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Crise chinesa adia os planos da Alfa Romeo

Compartilhe!

A vida da Alfa Romeo não é nada fácil. A marca decidiu adiar o lançamento de dois dos seus novos modelos, o sedã Giulia Quadrifoglio (na imagem) e o primeiro SUV de sua história, baseado no Giulia, devido às dificuldades que o grupo Fiat Chrysler Automobiles enfrenta atualmente, por conta da crise na China, segundo a “Automotive News Europe”.

2016-Alfa-Romeo-Giulia-Quadrifoglio-2

O sedã deverá chegar ao mercado seis meses mais tarde do que o previsto, ou seja, no segundo semestre de 2016, enquanto o SUV não deverá ser lançado antes de 2017, isto é, nove meses depois do que estava planejado, segundo a publicação.

No passado mês, Sergio Marchionne, chefão da FCA, afirmou que a empresa estaria analisando a expansão da Alfa Romeo devido à diminuição da procura do mercado chinês. No entanto, o executivo assegurou o investimento de pouco mais de US$ 5 bilhões na marca italiana, que servirá para aumentar as vendas anuais globais do fabricante para 400 mil unidades e introduzir no mercado oito novos modelos.

Os próximos dois meses serão cruciais para a Alfa Romeo, e neste período será revisto o plano de negócios da marca, assim como os seus lançamentos na Europa e Estados Unidos, de forma a satisfazer as exigências de cada mercado.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español