Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Crise. E a Honda não vai inaugurar sua nova fábrica

Compartilhe!

A Honda decidiu suspender o início da produção de sua segunda fábrica de automóveis no Brasil, antes previsto para o primeiro semestre de 2016, citando como causa a fraqueza do mercado interno. A notícia vem da agência Reuters.

2915740347_d831ee64f3

A empresa japonesa investiu cerca de R$ 1 bilhão na unidade de Itirapina (SP), que ficou pronta no primeiro semestre deste ano e estava passando desde então por fase de testes de equipamentos, informou a montadora.

Para esta fábrica de Itirapina, a montadora chegou a contratar cerca de 120 funcionários, que serão mantidos. A capacidade de produção é de 120 mil veículos/ano e o plano da Honda era iniciar a produção pelo compacto Fit, para desafogar a fábrica de Sumaré, também em São Paulo.

“A empresa mantém-se alerta diante das dificuldades atuais do segmento automotivo e, para 2016, a expectativa é manter o mesmo nível de volume deste ano, o que poderá ser suprido pela fábrica de Sumaré (SP)”, afirmou a Honda em comunicado. “A unidade estará pronta para iniciar a produção em massa assim que houver melhor previsibilidade do mercado”, acrescentou.

As vendas de veículos novos no Brasil acumulam queda de 23% este ano até o fim de setembro sobre o mesmo período do ano passado, com 1.950.000 unidades. A Honda, porém, viu suas vendas subirem 17,4% nos primeiros nove meses deste ano, chegando a 112.500 unidades, apoiadas principalmente no HR-V, segundo dados da Anfavea.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español