Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Crise: Mitsubishi encerra produção nos Estados Unidos

Compartilhe!

imagesEK4DIOTL

A Mitsubishi anunciou que irá fechar a sua fábrica em Illinois, nos Estados Unidos, onde era produzido o SUV Outlander Sport, no final de novembro deste ano.

A produção do SUV passará para a fábrica de Okazaki, no Japão, embora essa transferência esteja ainda dependendo de uma decisão final do conselho de administração da empresa, que irá acontecer dia 30 de julho próximo. Caso receba sinal verde, o modelo será exportado em seguida para os Estados Unidos. Com esta decisão, a Mitsubishi pretende focalizar atividades nas suas fábricas no Japão, Rússia e Sudoeste Asiático.

A Mitsubishi iniciou a produção de veículos na cidade de Normal, no Illinois, em 1988, então como Diamond Star Motors, numa parceria com a Chrysler. Lá eram feitos os Mitsubishi 3000GT e Eclipse, e seus similares norte-americanos Dodge Stealth e Eagle Talon, entre outros. Em 1991, a Diamond Star Motors tornou-se uma subsidiária integral da Mitsubishi, após o fabricante japonês ter comprado todas as ações da empresa junto à Chrysler.

Em 2000, a fábrica atingiu o seu pico de produção, com 222 mil unidades construídas, mas a chegada da crise financeira global teve como consequência o decréscimo da produção para números muito baixos, chegando a menos de 20.000 unidades/ano.

A tentativa de voltar à normalidade passou pela introdução do Outlander Sport em 2012 (conhecido como ASX ou RVR em outros mercados) com exportação direcionada para a América Latina, Rússia e Médio Oriente. Em virtude da aceitação desse modelo, a produção voltou a subir para valores entre 70.000 e 80.000 unidades anuais, mas a produção nunca teve resultados significativos. O golpe decisivo para a fábrica norte-americana da Mitsubishi foi dado pela crise no mercado russo, onde as sanções impostas pela comunidade internacional estão causando forte quebra no mercado automotivo.

A Mitsubishi garantiu, ainda, que vai tentar encontrar um comprador para aquela infra-estrutura de forma a preservar os postos de trabalho, num esforço conjunto com a entidade sindical United Auto Workers (UAW). AUTO&TÉCNICA visitou a fábrica de Normal há alguns anos, que impressionava pela eficiência e instalações.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español