Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

CRISE, QUE CRISE? PEUGEOT RETORNA AO RALI DAKAR

Compartilhe!

9527b5ccf920c258d2f57cb112cbc58c_2_XL

Parece que a crise financeira na Peugeot não é tão séria assim. Depois de 25 anos afastada da prova, a marca francesa volta a competir no rali Dakar com o 2008 DKR. O Peugeot 208 T16 pilotado por Loeb no ano passado, animou a Peugeot Sport em relação a nova incursões no automobilismo. A vitória, que garantiu um novo recorde em Pikes Peak, mostrou que a parceria Peugeot, Total e Red Bull está preparada para fazer história, desta feita no Dakar. “Foi uma vitória que nos deu ânimo e nos levou a olhar para outros esportes motorizados em que podíamos participar juntos. O resultado desse processo foi a decisão de voltar ao Dakar”, explicou Maxime Picat, Chefe Executivo da Peugeot.

A Peugeot fez história com quatro vitórias consecutivas no final da década de 1980: em 1987 e 1988 com o 205 T16 e com o 405 T16 em 1989 e 1990. Agora é a vez do 2008 DKR poder marcar época nas mãos de Carlos Sainz e Cyril Despres. O espanhol Sainz venceu o Dakar de 2010, atrás do Volkswagen Race Touareg. Despres estreou nas quatro rodas, deixando para trás cinco vitórias com a moto KTM entre 2005 e 2013. O 2008 DKR, inspirado no crossover mais recente da marca, será apresentado oficialmente durante o Salão de Pequim, no final do próximo mês.

A participação na emblemática prova sul-americana não se trata apenas de recuperar as antigas glórias, mas também de promover novos modelos em novos mercados. “O 2008 é nosso crossover mais recente, e tem se tornado popular na Europa. Será lançado na China e no Brasil em 2015. O 2008 DKR foi, por isso, uma escolha óbvia.”


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español