Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Cullinan: este é o SUV da Rolls-Royce, o “Rolls-Royce dos SUVs”

Compartilhe!

Bota luxo nisso. O primeiro SUV da Rolls-Royce, batizado de Cullinan (em homenagem ao gigantesco diamante de 3106,8  quilates, descoberto em 26 de janeiro de 1905 na África do Sul), conta com motor 6.8V12 biturbo de 85 mkgf de torque. A potência máxima situa-se nos 571 cv e a velocidade máxima anunciada é de 250 km/h (eletronicamente limitada). A aceleração de zero a 100 km/h não foi divulgada.

Além de ser o primeiro SUV, é também o primeiro veículo dos 110 anos da marca a contar com tração nas quatro rodas. O motorista poderá, por exemplo, acessar o botão “everywhere” se quiser de imediato contar com toda a capacidade off-road do SUV britânico.

A base do Cullinan é uma plataforma de alumínio e aço de alta densidade, desenvolvidas para dar aos futuros modelos da marca grande distanciamento técnico dos mais “plebeus” BMW (o Série 7 fornecia a plataforma dos modelos da Rolls Royce).

O Cullinan é um modelo importante para a marca, já que deverá permitir à Rolls-Royce ultrapassar as 5000 unidades vendidas anualmente. Estará à venda no final deste ano com preços a partir dos US$ 350 mil nos Estados Unidos.

Os diversos sistemas de assistência à condução tornam o Cullinan o SUV mais avançado de todos os tempos em termos tecnológicos. Os equipamentos de série incluem, por exemplo, sistema de visão noturna, quatro câmeras exteriores que conferem uma perspectiva panorâmica, aviso de colisão e de tráfego lateral, assistente de troca de faixa, WiFi e uma função que rebaixa automaticamente a suspensão em 4 cm quando o motorista se aproxima do veículo, facilitando assim o acesso ao seu interior.Como dissemos, o Rolls-Royce Cullinan usa a mesma plataforma em alumínio estreada no recente Phantom. É 400 mm mais curto, mas 200 mm mais alto que o sedã. O peso total situa-se nos 2660 kg.

A suspensão pneumática, versão reconfigurada da já existente em outros modelos da marca, integra um sistema que está constantemente efetuando milhões de cálculos por segundo para adaptar-se com perfeição às características do piso e, por consequência, criar a sensação de “Magic Carpet Ride” em qualquer circunstância.

 

 


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español