Última hora

DATSUN: VOLTA A MARCA DO FILHO MORTO

Compartilhe!

iMais de 30 anos depois, o mundo do automóvel volta a falar da Datsun. A foto mostra a antevisão do que será a linguagem de estilo da marca, pelo menos no que diz respeito à grade e faróis. Num comunicado à imprensa, a Datsun afirmou que o carro vai ter linhas de muita personalidade, com a dianteira bem definida, onde é possível antecipar os ângulos misturados com linhas limpas.

Segundo Vincent Cobee, responsável pela Datsun, “os valores da marca foram bem cuidados para satisfazer as necessidades e desejos dos futuros clientes da Datsun, tornando modernos os conceitos nascidos nas origens da marca”. A Datsun vai renascer como marca “low cost”, 31 anos depois de ter saído do mercado e ter seu nome substituído por Nissan. A receita será a mesma que a Renault usou com a Dacia, ou seja, os Datsun vão usar plataformas, motores e peças de outros modelos de gerações anteriores, destinando-se, numa primeira fase, a mercados como a Rússia, Índia e Indonésia, com a possibilidade de serem produzidos localmente.

De acordo com notícias não confirmadas, a Datsun poderia até mesmo lançar um carro pequeno com preços entre US$ 3 mil e US$ 5 mil. Para isso, briria mão de todo equipamento supérfluo. A idéia da Nissan, ao promover a marca Datsun, é ajudar a aumentar sua fatia de mercado global de 6 para 8% já em 2016.

O nome Datsun deixou de ser usado porque, em inglês, soava parecido como “death son” ou “dead son”, ou filho morto…


Compartilhe!
1721748298