Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Depois do acidente: Alonso acordou em 1995

Compartilhe!

Dizem que piloto de Fórmula 1 não bate bem da cabeça, mas o espanhol Alonso levou isso a sério. Acreditava estar em 1995 depois do misterioso e mal explicado acidente nos testes de Fórmula 1.

r_fernando_alonso2

“Sou o Fernando, sou piloto de kart e quero ser piloto de Fórmula 1”. Estas foram as primeiras palavras de Fernando Alonso quando acordou depois do acidente nos testes de Fórmula 1, em Barcelona.
Segundo a imprensa européia, Alonso sofreu uma perda de memória de cerca de 20 anos. O piloto espanhol pensava estar em 1995, e demorou cerca de uma semana para se lembrar de tudo o que aconteceu durante esse período.
O protocolo médico após um acidente que envolve forte impacto na cabeça, como aconteceu com Alonso, é fazer uma série de perguntas simples: “Quem você é, o que faz e o que pretende fazer”?
No caso de Alonso, o espanhol respondeu: “Sou o Fernando, sou piloto de kart e quero ser piloto de Fórmula 1”. Ou seja, Alonso acreditava estar em 1995.
As respostas revelam a gravidade do acidente. Com o tempo e a realização de novos exames, os médicos descartaram qualquer tipo de lesão cerebral como consequência do acidente.
A imprensa adianta ainda que Alonso demorou uma semana para se lembrar dos detalhes do acidente e também para se recordar de muitas informações sobre quem era e o que fazia na vida profissional. O que, para quem bateu a pouco mais de 100 km/h, é no mínimo muito estranho…
Entretanto, Alonso acabou de receber sinal verde dos médicos para regressar às atividades físicas, como corrida, natação e exercícios. Tudo pensando no GP da Malásia, dia 29 de março.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español