Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Dez curiosidades sobre pneus que você provavelmente não conhece

Compartilhe!

 

O pneu é um dos elementos mais importante do veículo. Eles estão em contato direto com o piso, e a do veículo ao solo depende deles. E esse contato de cada pneu com o piso em geral não é maior do que um maço de cigarro.

A vida útil varia de acordo com o uso e a manutenção que recebem, mas aproximadamente oscula entre 40.000 e 50.000 kms. A Michelin recomendam que s pneus sejam substituídos após 10 anos, mesmo que pareçam estar em boas condições e não tenham se desgastado.

De acordo com um estudo realizado pelo site espanhol Acierto.com (especializado em seguros), 50% dos motoristas não trocam os pneus a tempo. Isso na Europa, pois no Brasil é comum que sejam usados até começarem a “soltar os arames”, pois por aqui são itens muito caros. Uma situação que pode resultar em furos ou estouros.  O ideal é mante-los em boas condições, verifique semanalmente a pressão e o desgaste da borracha; manter a suspensão alinhada e as rodas balanceadas. A legislação estabelece que, se as as ranhuras da borracha tiverem profundidade inferior a 1,6 milímetros, o pneu está desgastado e, portanto, requer substituição. Passível de multa e apreensão do veículo, incluindo o estepe.

AUTO&TÉCNICA reuniu 10 curiosidades sobre os pneu, desde sua origem, como são fabricados, até a cor que tinham no início. Confira:

10 curiosidades sobre pneus

  1. O termo pneumático tem sua origem na expressão “relativo ao ar”, que se refere ao termo grego “pneumatikós”.
  2. Eles nem sempre foram pretos. Os primeiros pneus eram claros devido à natureza da própria borracha. Mais tarde, adicionaram carbono que, além de obscurece-los, os tornou mais duráveis.
  3. Eles utilizam cerca de 200 tipos diferentes de elementos em sua composição.
  4. Os pneus acumulam eletricidade estática.
  5. Os maiores pneus do mundo pesam 5 toneladas.
  6. Por causa da resistência à rodagem os pneus consomem entre 20 a 35% do combustível que um carro gasta.
  7. A Bridgestone é a maior fabricante de pneus do planeta.
  8. Eles são reutilizados (recapados, recauchutados ou remoldados), ou mesmo reciclados, para controlar seu impacto ambiental, pois são muito poluentes.
  9. Eles trazem gravados códigos que especificam suas dimensões, data de fabricação e algumas de suas principais limitações.
  10. O maior produtor de pneus não automotivos é a Lego, uma empresa de brinquedos.


Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *