Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Dieselgate: Audi suspeita de nova fraude nas emissões

Compartilhe!

 
 

Após o escândalo do “Dieselgate”, uso de software que fraudava os testes de emissões de motores a diesel, que afetou 11 milhões de veículos do Grupo VW em todo o mundo (incluindo Volkswagen, Audi e Porsche), existe agora a suspeita de uma segunda fraude nos veículos da Audi.

A Audi foi convocada pela entidade rodoviária germânica, a KBA (Kraftfahrt-Bundesamt, a autoridade federal de transporte), para dar respostas relativas à suspeita de um segundo  recurso ilegal que poderá ter sido instalado nos modelos A6 e A7.

A informação foi já confirmada pelo Ministério dos Transportes da Alemanha, que declarou que “a KBA pediu uma reunião relativa à suspeita de que os modelos Audi A6/A7 com motor Audi V6 TDI tenham sido equipados com um software ilegal”. Esta informação começou a circular na imprensa alemã, que levantou a suspeita de uma fraude envolvendo 30.000 carros dos modelos citados

A produção do Audi A6 teria sido suspensa devido à suspeita deste segundo caso de fraude.  A marca ainda não reagiu oficialmente a esta acusação, que poderá ter envolvido pelo menos 60.000 carros. Isto porque já foram produzidas 60.000 unidades dos A6 e A7. Para concluir, foi ainda noticiado que a homologação para território europeu destes modelos suspeitos de estarem equipados com recursos ilegais foi, estranhamente, efetuada em Luxemburgo.

 

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *