Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Dieselgate: caiu Horn, o chefão da VW nos Estados Unidos

Compartilhe!

Uma novela sem data para acabar. A Volkswagen anunciou que Michael Horn, responsável que havia sido escolhido para liderar os destinos da divisão norte-americana da marca, a Volkswagen Group of America, vai deixar o seu cargo e a empresa “por mútuo acordo”, sendo o seu lugar ocupado de forma interina por Hinrich Woebcken a partir do dia primeiro de abril (e não é mentira).

michael-horn-362281

Atravessando sua fase mais conturbada no mercado norte-americano, devido à fraude de emissões de poluentes nos motores diesel, e ainda sem ter conseguido chegar a acordo com as autoridades daquele país para implementar soluções para o caso (que na Europa já foram aceitas e estão sendo implementadas), a Volkswagen assiste a partida de Michael Horn, executivo com presença longa no grupo.

Com 54 anos, Horn dedicou mais de 25 anos à marca, ocupando o cargo de líder da Volkswagen Group of America desde janeiro de 2014. Contudo, o caso das emissões poluentes e as repercussões do mesmo motivaram sua saída da empresa. Isso mereceu, por parte da rede de concessionários, um comunicado agradecendo “a liderança e a força” ao longo de todo este processo que a Volkswagen atravessa, não se omitindo de rotular a saída de Horn como um “duro golpe” para a estratégia da marca no país.

vw-dieselgate

Por outro lado, os concessionários lamentam o “contínuo impasse” na polêmica relativa aos veículos diesel, mostrando igualmente preocupação com o processo sucessório de Michael Horn à frente da Volkswagen América.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español