Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Dodge Challenger GT é o primeiro muscle car com tração integral

Compartilhe!

Nem Chevrolet Camaro, nem Ford Mustang. A Dodge está mudando de patamar a categoria dos muscle cars com o novo Challenger GT 2017, o primeiro e único muscle cupê de tração integral do mundo.

imagem

Segundo Tim Kuniskis, chefão das marcas Dodge, SRT, Chrysler e Fiat para a América do Norte, o Challenger sempre foi o muscle car cupê mais abrangente e funcional. “A nova versão GT, com tração integral e 305 cv, amplia ainda mais os limites do modelo”.

imagem-4

O Dodge Challenger GT 2017 AWD usa o premiado motor Pentastar 3.6V6 de 305 cv de potência e 37 mkgf de torque. Graças a um novo sistema de gerenciamento da alimentação e escapamento duplo, mais de 90% do torque máximo está disponível de 1.800 a 6.400 rpm, o que oferece excelentes respostas em qualquer situação. A eficiência energética também é contemplada, pois com o câmbio automático TorqueFlite de oito marchas, o Challenger GT tem consumo de 7,6 km/litro de gasolina na cidade e 11,5 km/l em estrada.

imagem-5

O cupê apresenta o sistema de tração nas quatro rodas de alto desempenho da Dodge. Também encontrado no Charger AWD, este conjunto avançado inclui caixa de transferência ativa e desligamento do eixo dianteiro para permitir excelente desempenho em todas as situações e economia de combustível.

imagem-1

O Challenger GT transita perfeitamente entre as trações traseira e integral sem intervenção do motorista. Em condições de uso normais, o eixo dianteiro é desacoplado, e 100% do torque do motor é direcionado para as rodas traseiras, preservando o excelente desempenho e características de veículo com as rodas traseiras motrizes. Mas quando os sensores indicam a necessidade de tração adicional, o sistema engata automaticamente o eixo dianteiro, fazendo a transição instantânea para o modo de tração nas quatro rodas.

imagem-3

Melhorado com o uso do Controle Dinâmico do Veículo (VDC), o Challenger GT AWD tem equilíbrio e controle impressionantes em todos os pisos, especialmente neve e gelo. O VDC fornece excelente tração em pisos escorregadios e também ajuda o motorista a manter a trajetória desejada, trabalhando em conjunto com o Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC) e mantendo o caráter divertido do Challenger, independentemente das condições da via.

imagem-2

O ESC dispõe de três modos de atuação e pode ser desligado por inteiro, recurso interessante, por exemplo, para fazer drifting. O botão “Super Track Pack” do Challenger GT ativa o “Dodge Performance Pages”, proporcionando uma série de informações na tela touchscreen de 8,4 polegadas do sistema Uconnect. Medições de desempenho, indicadores de força G e tempos de volta em pista podem ser monitorados, e até mesmo espelhados na tela colorida de 7 polegadas de TFT localizada no quadro de instrumentos.

 


Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *