Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

DODGE VIPER RENASCE. E COM ALMA ITALIANA

Compartilhe!

A Chrysler apresentou na última quarta-feira (04/04) o SRT e o SRT GTS, a nova geração do super-esportivo Viper, que renasceu como a maior atração do Salão de Nova Iorque e também como símbolo da recuperação da indústria automobilística americana. Todo renovado, o Viper traz sob o capô motor V10 de 640 cv de potência máxima.

O novo esportivo foi mostrado na cor vermelha e com linhas que lembram os Alfa-Romeo clássicos mais antigos. Quem observar com atenção vai lembrar do Alfa Romeo 8C e da Ferrari 575. Isso deixa claro a participação da Fiat, proprietária do grupo Chrysler, no retorno do modelo ao mercado. A marca italiana recuperou o esportivo mais importante da Dodge, que havia parado de ser produzido em 2010 por conta da crise que forçou a concordata da empresa norte-americana.

O novo Viper será produzido pela subsidiária SRT, responsável pelos carros de alto desempenho da Chrysler, que agora foi convertida em marca. O motor de 640 cv e o conjunto mais leve permitirá que o carro passe dos 330 km/h.

O Viper tem novo controle de estabilidade para domar o motor 8.4V10, e também será lançado na versão GTS, com interior mais luxuoso e suspensão mais rígida.

O presidente da SRT, Ralph Gilles, afirmou que o Viper é “a alma da empresa”. Ralph ainda lembrou que a nova versão transforma o modelo em um dos automóveis mais rápidos e potentes do mercado.

A ressurreição do modelo vai permitir à Chrysler reabrir sua fábrica em Detroit, cidade que entrou em decadência após a crise que afetou ainda a GM e a Ford. O núcleo de produção do novo Viper vai empregar cerca de 100 funcionários. O preço do esportivo ainda não foi divulgado, mas deve ficar acima dos US$ 100 mil.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español