Ultima Hora

Drible nos impostos: Volvo transfere sua produção da China para a Bélgica

Compartilhe!

A montadora sueca Volvo , que é propriedade da chinesa Geely, é uma das marcas “europeias” que poderá ser mais afetada pela ridícula guerra que a União Europeia trava contra os carros elétricos chineses . A Comissão Europeia, com medo, está preparando imposição de tarifas aos carros elétricos chineses, e nada mais lógico que os chineses sejam por isso fabricados em outros países e também promovam retaliações.

por Marcos Cesar Silva

É por isso que alguns fabricantes de automóveis estão se preparando para os próximos passos dos iluminados líderes europeus. Segundo o jornal britânico “The Times”, a Volvo já começou a transferir a produção de alguns modelos elétricos para a Bélgica, e esse é o caso dos Volvo EX30 e EX90 .

A Volvo não produzirá apenas elétricos na Bélgica, longe disso. Recentemente, o Volvo EX90 (abaixo) iniciou a produção na fábrica de Charleston, nos Estados Unidos, para atender determinados mercados. Nos próximos meses, a fábrica de Gante (na Bélgica) assumirá a produção europeia do modelo, ou pelo menos boa parte dela. Será adicionado à produção atual do Volvo EX30 naquela fábrica.

O pequeno SUV elétrico tem dado grande destaque a esta fábrica nos últimos meses, pois se tornou um grande sucesso de vendas nos mercados onde é vendido com preços decentes. O aumento da produção devido à transferência de unidades de produção da China, bem como a montagem de alguns modelos destinados ao mercado britânico, apenas reforçará o papel da fábrica no mercado internacional.

Tal como divulgado pela Volvo, estas decisões nada têm a ver com a Comissão Europeia. “A decisão de produzir também o EX30 em Gante (Bélgica) reflete a nossa ambição de fabricar os nossos automóveis, tanto quanto possível, onde quer que os vendamos. É prematuro especular sobre as implicações das conclusões desta tendência ou sobre quaisquer outras medidas possíveis”. Mas todos sabemos para onde realmente a Europa ira mirar suas armas… A China, que não está no mercado internacional para se divertir, e já anunciou que haverá retaliações. Não é culpa dela que os ocidentais dormiram em berço esplêndido e perderam o passo na evolução de carros baratos e atraentes ao consumidor.


Compartilhe!
1719349580