Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Duas linhas: carros Fiat serão “racionais” e “aspiracionais”

Compartilhe!

A Fiat prepara nova estratégia para o mercado europeu, que se der resultados, poderá ser aplicada no Brasil. O objetivo da nova orientação comercial em planejamento será dividir as suas linhas em “carros racionais”, com preços mais acessíveis, e “carros aspiracionais”, mais próximos dos fabricantes premium e, por isso, mais caros.

 

Com o objetivo de reforçar a sua competitividade no exigente mercado europeu, a Fiat está preparando uma nova estratégia comercial, que contempla a criação de duas estruturas de produtos, nas quais os modelos serão integrados conforme sua participação dentro do mercado.

Uma dessas subdivisões será responsável pelos automóveis com preços mais acessíveis, destinados a concorrer com os outros fabricantes de volume, onde vão estar incluídos o Panda, o novo Aegea e ainda o futuro Uno europeu, que prepara o seu regresso àquele mercado. O objetivo não é colocar estes modelos com preços similares à Dacia (os Renault populares), mas reforçar o seu apelo colocando-os num patamar de preços pouco superior. Segundo comentários, o preço desses modelos deverão ser similares aos praticados pela Hyundai, Kia e Skoda no mercado europeu.

Uma outra linha, que vai contar com os 500 e seus derivados mais o futuro roadster 124 Spider, vai representar a  vertente “aspiracional”, modelos com forte componente emocional e que vão estar próximos dos fabricantes premium. Entre os principais rivais apontados para esta subdivisão, o alvo são os carros da Mini, o que é uma tarefa quase impossível para a marca italiana.

Alguns jornalistas traçam ainda um paralelo entre o futuro posicionamento desta linha e a recém-criada DS dos franceses da Citroën, que resultou na total separação desta marca em relação à Citröen e que também mira os fabricantes premium.

Por enquanto, ainda não está totalmente decidido o destino das linhas Fiat, pois falta saber o posicionamento futuro de carros como o Freemont ou o Punto. No entanto, todos os planos para esta nova estratégia do fabricante italiano deverão ser revelados em breve, pois o objetivo é anunciar o novo plano de ataque ao mercado durante o próximo mês de março, na edição de 2016 do Salão de Genebra.

Entre racional e aspiracional, esta poderá ser a distribuição interna dos concessionários Fiat, com uma divisão física entre as linhas.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español