Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

E o Fusca está subindo no telhado…

Compartilhe!

O dieselgate e o foco nos SUV vai fazer mais uma vítima dentro da Volkswagen: o Fusca deve sair de linha já em 2018.

2-800-threequartersview101-79164

A Volkswagen deverá descontinuar o Fusca no final de 2018, quando chegar ao final o ciclo de produção da atual geração, segundo a imprensa europeia. O interessante modelo, que voltou à produção em 1997 como New Beetle e com novo posicionamento no mercado, é atualmente produzido apenas em Puebla, no México, unidade para a qual a marca alemã tem outros planos, todos apontando para os SUV e CUV, segmento com procura crescente em todo o mundo. Além disso, o Grupo VW está meio cambaleante e numa fase de reavaliação estratégica, após o caso das fraudes em emissões, o que obriga a uma redefinição de prioridades.

O Fusca moderno vendeu pouco mais de 25 mil unidades na Europa em 2015, de acordo com a Jato Dynamics, o que definitivamente não fez dele um sucesso de vendas. Pelo contrário. O ano de 1999 foi o mais bem-sucedido desde o seu regresso à produção, altura em que superou as 50 mil unidades comercializadas naquele continente. A aposta recente em edições especiais -como o Dune e o Denim- parecem contribuir apenas para reforçar o seu status de produto de nicho. Isso faz com que uma nova geração do Fusca/Beetle não seja exatamente uma prioridade da marca alemã.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español