Última hora

Escândalo VW: agora é a vez da Skoda

Compartilhe!

A Skoda, marca que pertence ao Grupo Volkswagen, anunciou logo depois da Audi que 1,2 milhões dos seus veículos a diesel também foram equipados com o software fraudador que permite adulterar as emissões de CO2. A  notícia vem da agência Reuters.

skoda-badge-L

Juntamente com a Audi, que anunciou ter 2,1 milhões de carros envolvidos na fraude, os números dentro do Grupo VW cresceram em 3,3 milhões de unidades envolvidas no escândalo (acompanhe aqui em AUTO&TÉCNICA).

Agora espera-se o anúncio sobre o número de automóveis Seat e Porsche afetados. A marca espanhola já admitiu também ter instalado o dispositivo em seus motores;comenta-se que pelo menos meio milhão de unidades estão envolvidas.

Da parte da Volkswagen, já se confirmaram que são pelo menos 5 milhões de carros envolvidos, e que Winterkorn, ex-chefão do Grupo VW, mesmo depois de substítuído por Matthias Mueller, irá enfrentar diversos inquéritos para apura sua responsabilidade na picaretagem.


Compartilhe!
1718913179