Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Escândalo VW: crise derruba chefão técnico da Audi

Compartilhe!

O Grupo Volkswagen continua derretendo lentamente, como um iceberg ancorado na linha do Equador. A crise na Volkswagen fez mais uma vítima: Ulrich Hackenberg, o responsável técnico da Audi, foi afastado, na sequência do escândalo das emissões de poluentes.

Berichte-Ulrich-Hackenberg-wird-Audi-Entwicklungschef_pdaArticleWide

Num comunicado, o Grupo VW anunciou que o responsável pela criação da plataforma MQB e de muitos dos componentes e soluções de sucesso dos modelos Audi, VW e outros, deixou sua posição de diretor técnico das argolas, por “comum acordo”.

Ulrich Hackenberg nasceu no dia 12 de maio de 1950, tem 65 anos e estudou engenharia mecânica na Universidade de Achen entre 1978 e 1985, recebendo o doutoramento naquele ano. Chegou à Audi em seguida e, por sua qualidade, em 1989 foi nomeado para chefiar o departamento de “Definição de Protótipos”. No final daquele mesmo ano, assumiu a gerência técnica de toda a linha Audi.

Foi ele que esteve por trás da criação de modelos como o 80, A3, A4, A6, A8, TT e o A2, bem como inúmeros concepts e “show cars” que a marca lançou ao longo destes 26 anos de colaboração. Entre 1998 e 2002, Ulrich Hackenberg esteve na VW, responsável pelo desenvolvimento de plataformas e pelo desenvolvimento de protótipos e conceitos.

A qualidade do seu trabalho e a visão tecnológica fizeram-no passar pela Bentley, onde foi o responsável técnico pela reorganização da marca, tendo sido o criador do Bentley Arnage Red Label, entre outros. Em 2002 regressou a para a Audi, para supervisionar as áreas de desenvolvimento de conceitos, plataformas e eletrônica.

Em fevereiro de 2007 chegou à administração do Grupo VW, na área de pesquisa e desenvolvimento. Foi ele quem remodelou a Volkswagen Motorsport –levando ao envolvimento da marca no WRC e mais recentemente no TCR– e trouxe Jost Capito para a liderar, sendo o responsável pelo desenvolvimento de três carros que foram premiados como “Carro do Ano” na Europa: Polo, Golf e Passat.

Desde 1 de julho de 2013 Ulrich Hackenberg era o membro da administração da Audi com foco na área técnica e era o responsável máximo pela pesquisa e desenvolvimento de todas as marcas do Grupo Volkswagen.

O brilhante engenheiro alemão sempre esteve próximo do ex-chefão Martin Winterkorn, e desde que eclodiu o escândalo das emissões tinha “desaparecido” da vida pública do Grupo VW. Naturalmente que as especulações indicavam que ele era um dos elementos suspensos pela administração do novo chefão, Matthias Muller, na sequência da investigação interna iniciada no mesmo dia em que o maior escândalo da história da indústria automotiva se tornou público.

Confirma-se, agora, que Hackenberg, “por comum acordo” com está explicado no comunicado, abandonou a administração da Audi, sendo substituído por Stefan Knirsh, responsável pelos motores no Grupo VW. O comunicado deixa transparecer que a decisão teve a aceitação da nova gestão do Grupo, mas evita fazer qualquer ligação entre esta saída e o escândalo das emissões.

“Acima de tudo, o sistema de plataforma modular ficará para sempre ligado ao nome de Ulrich Hackenberg. Ele tinha essa ideia na sua mente já desde os anos 1990 quando estava na Audi. Hoje, todo o grupo se beneficia dessa ideia brilhante” afirmou Matthias Muller no comunicado.

Já Rupert Stadler, presidente do conselho de administração da Audi, explicou que “nos 30 anos que esteve ativo no Grupo Volkswagen, Ulrich Hackenberg esteve envolvido em todas as estratégias cruciais para a empresa e nas melhores decisões em termos de produto. A plataforma modular, que resultou na plataforma MQB, foi ideia sua e ambos os sistemas nos ajudaram, muito, a produzir produtos de elevada qualidade e eficiência. Numerosos carros da Audi, Bentley e Volkswagen tiveram a sua assinatura ou foram significativamente marcados pelo seu brilhantismo e compromisso com o Grupo. Em nome de toda a administração da Audi, quero agradecer-lhe por tantos anos de compromisso com o Grupo e pelo seu profissionalismo apaixonado”.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español