Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Escândo VW: fraude pode ter começado em 2007. E com a Bosch…

Compartilhe!

A crise na Volkswagen pode mostrar algo surreal: muitos carros do Grupo podem estar ilegais desde 2007. Aos poucos vai sendo levantado o véu e sendo desvendado o maior escândalo da história da indústria automotiva mundial. A Bosch começou a ter sua marca citada nas acusaçõies.

download

Segundo técnicos e executivos próximas da investigação interna da VW, a direção do Grupo tinha sido avisada, em 2007, que o software utilizado para enganar os testes de emissões era ilegal para uso nos veículos de produção em série, tem sido criado e fornecido pela Bosch apenas para testes comparativos.

Segundo notícia publicada na imprensa alemã, a “Kraftfahrt-Bundesamt (KBA), a autoridade rodoviária daquele país, deu prazo de pouco mais de uma semana para que a VW demonstre, sem enganações e fraudes, que os seus veículos conseguem atender as normas de emissões vigentes. Se até ao dia 7 de outubro a VW não conseguir fazer isso, o que é bem provável, a KBA já avisou o grupo alemão que vai retirar qualquer tipo de certificação alemã aos modelos envolvidos.

O jornal alemão “Frakfurter Allgemeine Sonntagszeitung”, citando como fonte alguns dos investigadores que estão conduzindo o inquérito interno referente a este escândalo, noticiou que alguns técnicos da Volkswagen já tinham levantado dúvidas sobre práticas ilegais no que diz respeito à manipulação de níveis de emissões em 2011, que foram arquivadas e esquecidas.

Esta notícia surgiu no mesmo momento em que o Governo da Suíça decidiu suspendeu as vendas de veículos diesel do grupo VW até que sejam  esclarecidos todas as situações que envolvem deste clamoroso escândalo, cujas ondas de choque vão se espalhando em todas as direções.

A Bosch, fornecedora do grupo VW e, segundo se comenta, criadora do software que serviu para fraudar os testes de emissões de NOx feitos nos Estados Unidos, teria enviado uma carta aos responsáveis do Grupo VW, em 2007, alertando para o fato de que esse software seria ilegal para uso em modelos de produção em série, tendo sido criado, apenas, para testes comparativos em laboratório. Mas alguém, no caso talvez a própria Bosch, fornecia o equipamento para a Volkswagen. Como filho feio não tem pai…


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español