Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

Este é o novo Jeep Renegade

Compartilhe!

A Jeep revelou as primeiras imagens do seu renovado Renegade, que tem data de estreia marcada para esta semana, dia 6 de junho: será no Salão do Automóvel de Turim, na Itália. Na sequência, algumas das novidades deverão chegar ao Brasil, provavelmente para o Salão do Automóvel. A primeira imagem oficial divulgada foi da lanterna traseira.

O novo Renegade conta com vários elementos redesenhados, incluindo nova grade, outros pára-choques e lanternas traseiras modernizadas. Mas deverá ser nos motores que teremos as maiores novidades. A Jeep confirmou que o seu renovado modelo irá ter novos motores de três e quatro cilindros a gasolina, pertencentes à chamada família GSE (Global Small Engine) do grupo FCA: 1.0 turbo de 120 cv e 1.3 turbo de 150 e 180 cv. A caixa de câmbio deverá ser automática de dupla embreagem.


O Renegade deixará de ser o Jeep mais barato da marca em alguns anos. O chefão Sergio Marchionne anunciou que um “Baby Renegade” está a caminho, provavelmente para 2022.

Desenvolvidos pelos italianos a partir dos já conhecidos GSE que foram apresentados primeiro no Brasil, os FireFly turbinados tem potência surpreendente. O 1.0 de três cilindros tem 120 cv e 19,4 mkgf de torque, enquanto o 1.3 tem 150 cv e 180 cv. O cabeçote MultiAir evoluiu, e agora é chamado de MultiAir II, o que em conjunto com o uso de turbocompressor, garantem torque e potência acima do normalmente atingido por motores turbo de mesma cilindrada.
Além do cabeçote MultiAir II, os novos motores também têm ciclo de funcionamento Miller. E devem chegar ao Brasil junto com a reestilização do Renegade. Com isso, um possível Renegade 1.0 turbo poderia chegar ao mercado com preços mais competitivos.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español