Auto&Técnica | Desde 1995, 23 anos de boas notícias.

FCA: Machionne ganhou mais de US$ 100 milhões em 2014

Compartilhe!

A publicação do relatório anual de contas da FCA (Fiat Chrysler) onde constam as remunerações dos seus executivos, levantou a questão sobre a remuneração de Sergio Machionne, o todo poderoso CEO do grupo, que eleva seus ganhos para valores impressionantes. Alguns especialistas estimam seu salário em US$ 72 milhões, mas esse valor pode subir acima dos 100 milhões.

sergiom

Vamos então descobrir qual o valor de Sergio Marchionne, 62 anos de idade, e um dos mais descontraídos CEO da indústria automobilístical, sempre sem gravata e com um inseparável pulover. No que toca a vencimentos em salários, bônus e benefícios, Sergio Marchionne recebeu, em 2014, em dinheiro, US$ 55,5 milhões. Isso aconteceu da seguinte forma: como presidente da FCA, recebeu US$ 1.718.200 em dinheiro mais US$ 290.400 como bônus de função; como CEO recebeu US$ 3.025.000 de salário, mais US$ 121 mil de ajudas de custo e US$ 4.840.000 de bônus pela função. Ou seja, pelas duas funções o italiano embolsou em 2014 uma considerável fortuna.

Mas para que feche a conta, a FCA registrou mais US$ 15.609.000 para potencial pagamento de indenizações quando Marchionne deixar o grupo. Tudo isso soma US$ 55,5 milhões de remuneração em 2014. E não é só, pois o chefão recebeu ainda 2.333.333 ações da FCA, como incentivo de longo prazo. Cada ação tem o valor de US$ 15,50, o que dá o total de US$ 36.166.662. Com este valor –que varia conforme o mercado de ações– Marchionne embolsou, praticamente, US$ 91,7 milhões.

E nestas contas, não estão incluídas as remunerações provenientes da Case New Holland nem sequer outras ações que lhe foram entregues e que equivalem a mais de US$ 6 milhões. Ou seja, não faltará a Sergio Marchionne dinheiro para comprar os seus famosos pulovers e mais uns ternos Armani que ele tanto gosta…

 Duas conclusões: se ele ganha tudo isso, é porque merece, e se estivesse no Brasil, ganhando em dólares, estaria mais feliz ainda.


Compartilhe!
English English Français Français Deutsch Deutsch Italiano Italiano Português Português Español Español